Secretaria de Fazenda de Goias

Sefaz Goiás comunica que os serviços de autorização de uso de NF-e e NFC-e terão seus endereços IPs alterados

No dia 10 de fevereiro, os IPs 187.5.111.0/25, 200.163.232.128/25 e/ou 186.211.165.192/26 serão desativados e apenas o IP 45.183.244.0/23 responderá para os endereços de emissão de NF-e e NFC-e em Goiás.

Os contribuintes que dispõem em sua estrutura de rede algum filtro de segurança tal como, proxy ou firewall, ou possuem nas configurações do software emissor de NF-e e NFC-e, deverão incluir o IP da rede nova.

A importância das adequações por parte dos contribuintes sobre as referidas alterações, evitará a indisponibilidade na autorização de uso das notas fiscais eletrônicas.

Já as empresas que fazem uso do domínio nfe.sefaz.go.gov.br não precisam fazer nenhum procedimento, pois não serão afetadas com as alterações no sistema.

IMG_20200124_143937073_HDR

Lumi Gerencial também na automação comercial do, repaginado, Super Veneza do Guará 1

O Grupo Super Veneza reinaugurou na última sexta, dia 24/1, a unidade da QI-07 do Guará 1. A loja, que é a quarta mais antiga da rede e tinha 18 anos de operação, está totalmente repaginada e entrega para a comunidade um equipamento de varejo muito mais moderno com maior variedade. O sistema Lumi Gerencial conduz a gestão comercial antes e depois da reinauguração.

A intenção de repaginar o supermercado trouxe como desafio inicial a otimização de espaços, já que havia a necessidade de aumentar o número de seções, porém, sem haver a possibilidade de incrementar a área de chão de loja. Esse foi o ponto alto do projeto implementado que conseguiu equilibrar demanda, quantidade de produtos em exposição e estoque.

Para viabilizar o “facelift”, foi implementado um estudo de inteligência de varejo que aumentou significativamente o número de gôndolas para expor o mix de produtos que quase dobrou. “Para que a loja pudesse estar alinhada ao perfil das outras lojas Super Veneza, o mix passou de 6.000 para 10.500 itens”, conta Jefferson Macedo, Diretor Administrativo das Redes Super Veneza e Vitália Empório.

Com o foco sempre no resultado e no crescimento do cliente, a tecnologia implementada na repaginada loja da rede Super Veneza é a versão mais avançada do nosso sistema de gestão: o Lumi Gerencial. Implementado em todas as lojas Super Veneza e Vitália Empório, o software de automação do varejo dispõe de um mix completo em soluções, que vão de “A” a “Z”, em gestão comercial.

IMG_20191211_110620940

Lumi Gerencial presente na rápida expansão da Rede Ultrabox

Continua alto e consistente o ritmo de abertura de novas lojas da rede Ultrabox Atacado e Varejo no Distrito Federal. Em apenas 45 dias, mais duas operações foram inauguradas, na Ceilândia Norte (foto acima) e no SCIA/Cidade do Automóvel (fotos abaixo). Comprometida com a inovação, as novas operações adotam o modelo Express – loja mais compacta, funcionamento 24 horas e com dois preços por produto. Esse modelo – que oferece mais conveniência ao cliente – se difere do conceito utilizado nas lojas de Planaltina (BR-020), Grande Colorado, Gama, Ceilândia e Polo JK – de porte maior, público distinto e horário de atendimento mais tradicional.

Com o foco sempre no resultado e no crescimento do cliente, a tecnologia implementada na 9ª e 10ª lojas da rede Ultrabox é a versão mais atualizada do nosso sistema de gestão: o Lumi Gerencial (antigo SAC Gerencial). Implementado também em todas as lojas Big Box (mesmo grupo empresarial), o software de automação comercial dispõe de um mix completo em soluções, que vão de “A” a “Z”, em gestão comercial.

Outra peculiaridade no novo Ultrabox Express é que as seções apresentam configuração diferente, um pouco distinta dos atacarejos tradicionais: expositores, sinalização, iluminação, seções e até o mix, inspirado no conceito “supermercado de vizinhança”, consolidado na rede Big Box. A estratégia é aumentar o tíquete médio, chamado de “venda incremental”    que, segundo pesquisas, faz diferença no momento da decisão de compra do consumidor. Esse formato já faz sucesso nas lojas de Sobradinho e Areal e, de forma geral, explica a proximidade proposital de gôndolas de produtos complementares.

A trajetória de sucesso e ousadia comercial ganha cada vez mais destaque quando falamos do conglomerado que reúne as operações de alimentos Big Box e Ultra Box (Big Trans S/A). O grupo, que nasceu há 30 anos, se desenvolveu e se consolida como um dos líderes no segmento de alimentação mais dominantes da região, fazendo frente às redes nacionais instaladas no Distrito Federal. “A Lumi Software tem orgulho de participar dessa história de sucesso e arrojo empresarial que, desde 2007, conta com a mesma atitude inovadora e a parceria ganha-ganha de quando ainda eram apenas sete supermercados Big Box”, exalta o diretor Comercial da Lumi Software, Rodrigo Vidal.

NFC_e

Programação automática de Horário de Verão e Secretarias de Fazenda

A Secretaria de Fazenda do Estado de Goiás (SEFAZ/GO), a exemplo de outros órgãos de fazenda estaduais, apresentaram problemas decorrentes da atualização automática do sistema operacional Windows com o Horário Brasileiro de Verão. Ou seja, o relógio foi adiantado em 1 hora, mesmo diante da decisão do Governo Federal de cancelar a vigência do horário especial em 2019.

Os Governos Estaduais divulgaram a seguinte mensagem: “Solicitamos para aguardar o retorno do nosso serviço a qualquer momento será normalizado. Agradecemos a compreensão. Permanecemos ao seu dispor para maiores esclarecimentos”. No PDV Lumi pode aparecer a mensagem como esta: “Rejeição 703 – Data-Hora de Emissão posterior ao horário de recebimento”, o que impossibilita efetuar vendas na frente de loja.

A Lumi Software recomenda habilitar o modo contingência nos PDVs (vide artigo no ConfluenceHabilitar Contingência PDVLumi“). Quando o módulo contingência estiver em execução, é necessário acompanhar as transações no Guardião (NFC-eLumi) para que não gere acúmulo de transações pendentes de transmissão. Desabilitar o modo contingência quando o WebService do seu estado normalizar.

Caso haja alguma dúvida, é importante que seja aberto um chamado no website para que a nossa equipe de atendimento possa orientar qualquer procedimento que seja necessário, inclusive por telefone (61 3361-1001).

Fachada

Lumi Gerencial equipa novo Vivendas de Taguatinga Norte

A Rede Vivendas mantém a sua estratégia de expansão no Distrito Federal e Entorno. Inaugurou no último dia 25 de setembro mais uma loja, agora na QND 06 (Taguatinga Norte). Agora, o grupo soma 13 supermercados e dois atacarejos, todas as unidades equipadas com o sistema de gestão comercial Lumi Gerencial.

A nova loja tem importância estratégica na expansão dos negócios da rede, pois está localizada no coração da terceira cidade mais populosa do Distrito Federal, com mais de 220 mil habitantes. A operação recém-inaugurada também simboliza a consolidação da presença da marca na região sul do Distrito Federal e Entorno.

O mix de produtos segue a mesma linha dos outros supermercados da rede, com alguns itens aderentes ao público A/B, residente na sua região primária (Taguatinga Norte, Centro e uma parte de Taguatinga Sul). Em meio à inauguração, o jeito peculiar de impactar: muita música e fogos, jingle de boas-vindas, além de estampar uma fachada larga e letras grandes. Tudo isso somado ao argumento “preço baixo de verdade”, uma marca do Vivendas.

As soluções em automação da Lumi Software, voltadas supermercados e atacados – e a fusão deles, os chamados “atacarejos” – têm, a cada momento, contribuído para o aumento do desempenho dos nossos clientes. A rede Vivendas é um exemplo disso. Em um contexto competitivo e de crescimento dos negócios, a Lumi tem o orgulho de ter se aprimorado e olhado com coragem a uma perspectiva apontada pela “estrada” mercado, investindo em tecnologia de vanguarda para automação comercial de operações de autosserviço de alimentos.

Como fazer promoções vencedoras sem mexer um centavo na margem?

Tudo pronto! Prateleiras cheias, estoque controlado, frente de caixa redondo, sistema em pleno funcionamento… Um cenário que transmite a sensação de que tudo esteja no seu devido lugar. Mas, por mais que, aparentemente, “o trem esteja nos trilhos”, fazer o supermercado vender mais é sempre uma necessidade, um desafio contínuo na rotina do varejista.

O consumidor, de maneira geral, está sempre muito atento às promoções. Vender mais passa, necessariamente, pela adoção de uma estratégia promocional consistente, que reduza o preço de um ou outro produto, aproveitando uma boa negociação com fornecedor ou tentando evitar perdas, por exemplo.  É nessa hora em que ocorrem alguns equívocos por parte de varejista, que erra na mão, reduz os preços de produtos sem observar a curva ABC e acaba perdendo eficiência na ação, podendo, inclusive, levar prejuízo.

Nesse contexto, que tal a ideia de você participar de um clube de promoções, diretamente com a indústria, independentemente do porte do seu varejo e receber de volta o desconto aplicado no produto?

Clube de Promoções Scanntech

Parceira de várias indústrias, a Scanntech faz essa ponte. Explico: você participa de um clube de promoções o ano todo, vendendo um ou vários produtos com excelente desconto, sendo ressarcido pela própria fábrica da diferença para a gôndola. Por exemplo: o preço de determinado produto na prateleira é R$ 10,00, a indústria sugere que você venda promocionalmente a R$ 8,00. A diferença de R$ 2,00 é devolvida para o varejista.

Agora, considere que isso está totalmente integrado ao sistema Lumi Gerencial, que altera o preço no sistema temporariamente e retorna à condição original no prazo acertado. Tudo automaticamente! A integração com a Scanntech oportuniza isso, de forma moderna e avançada.

Veja o infográfico abaixo e entenda melhor como funciona o Clube de Scanntech:

Assista aqui o vídeo e conheça mais a solução.

A integração Lumi Software/Scanntech entrega:

  1. Mais Visibilidade: atraia a atenção de potenciais clientes por meio de promoções. Sua empresa pode vender mais itens de promoções e outros produtos relacionados que, em princípio, não constaria na mesma compra.
  2. Mais vendas e gatilhos para redução de estoques: as promoções mais atraentes para os clientes geram o aumento das vendas e funcionam como um gatilho para a redução do excesso de estoque.  Nesse contexto, aumentar os lucros é natural.
  3. Reembolso em sua conta: receba reembolsos dos descontos concedidos. Em muitos casos, a restituição chegará a 100% do desconto concedido de modo que sua empresa não assumirá os custos das promoções.

 

Conheça algumas empresas que já fazem parte do Clube de Promoções Scanntech;

Clientes Lumi Software

  • BigBox;
  • Super Veneza;
  • Campelo.

 

Outras redes de destaque nacional

  • Supermarket;
  • Condor;
  • Sonda Supermercados;
  • Mart Minas;
  • Savegnago;
  • Tenda Atacado;
  • Rede Smart;
  • Roldão;
  • Rede Unno;
  • Rede Economia;
  • Ricoy;
  • Pague Menos;
  • Shibata;
  • Super Nosso;
  • Giassi;
  • Unidasul;
  • Koch;
  • Carvalho;
  • Nordestão.

Para obter mais informações, entre em contato com o Departamento Comercial da Lumi Software no telefone (61) 3361-1001 ou pelo WhatApp (61) 99668-9400.

“Papa-fila”, e-commerce e self checkout: integrações da Lumi Software para quem deseja oferecer conveniência, conforto, rapidez e mais faturamento

A mudança do ritmo de vida do consumidor, muito em decorrência da adoção de um comportamento multitarefa, tem motivado a uma série de adequações, em especial, no setor varejista. Quando falamos de supermercado, por exemplo, conforto e velocidade no atendimento ao cliente são diferenciais importantes, pois tornam a experiência junto ao varejista ágil, conveniente e agradável. Nesse contexto, a Lumi Software – líder de mercado em automação comercial para supermercados e atacarejos do Distrito Federal – desenvolveu integrações do sistema de gestão comercial Lumi Gerencial com os softwares Beepay (compra presencial na loja por meio de aplicativo), Instabuy (e-commerce com grande afinidade a supermercados) e Self Checkout (caixa de supermercado em que o próprio cliente realiza a compra). As três ferramentas têm atraído clientes para redes varejistas do DF, entre elas Big Box e Super Veneza.

Na NRF 2019 Retail’s Big Show, que é a feira mais conhecida do setor do varejo do mundo, realizada em janeiro passado em Nova Iorque, foi apontado quais são quatro os pontos focais para os negócios em 2019: aumentar a receita; melhorar a experiência do cliente no chão de loja; melhorar os produtos, aumentando a produtividade; e reduzir custos. “Vem daí a iniciativa de oferecer aos nossos clientes soluções para atender a essas prioridades, incrementando o resultado operacional”, explica Rodrigo Vidal, diretor Comercial da Lumi Software, empresa que desenvolveu as integrações com Beepay, Instabuy e Self Checkout.

Integração do Lumi Gerencial com Beepay muda o jeito de comprar

Tornar a experiência do consumidor cada vez mais marcante é um desafio para qualquer rede varejista. Considerando que o consumidor moderno busca soluções mais adequadas ao ritmo de vida atual, a Lumi Software, atenta a isso, desenvolveu a integração com a Beepay, uma solução “papa-fila” para o varejo. Por meio de um aplicativo para smartphone, o cliente entra no supermercado, sem o desgaste físico de empurrar o carrinho, paga diretamente no caixa e recebe suas compras em casa. Veja abaixo como já funciona no Big Box (402 Norte):

    

  • Aplicativo

Basta fazer o download do app. No caso do Big Box, o aplicativo se chama “BIG BOX Super Fácil” e está disponível nas lojas Google Play Store e Apple Store.

  • Bipando os produtos

O cliente coloca item por item em um carrinho virtual, sem se preocupar com a quantidade e nem com o limite físico do carrinho de compras.

  • Conferindo a lista e finalizando

Em meio ao processo, o cliente pode conferir os produtos que está comprando, alterar quantidades ou excluir itens, se necessário, antes de finalizar a compra.

  • Fazendo o pagamento

O pagamento do pedido poderá ser feito no próprio supermercado (em caixas exclusivos) ou por meio do próprio aplicativo.

  • Entregando e avaliando

Finalizando a jornada, recebe as compras em casa, de acordo com as regras do seu supermercado, e emite uma avaliação imediata da experiência de compra.

 Benefícios:

  • Redução de exigência de investimentos na infraestrutura de logística interna (carrinhos e cestas) e menos “engarrafamentos”;
  • Redução de filas e exclusão do processo de retirada de produtos dos carrinhos e empacotamento pós-pagamento;
  • Não é necessário validar produtos um a um e se responsabilizar por diferenças financeiras;
  • Redução de perdas nos caixas resultantes de fraudes ou distrações, produzidas pelo cliente ou operador de caixa, acabam;
  • Menos filas, mais pessoas comprando.

 

Tecnologia permite supermercado criar e-commerce e vender mais

Depois de tantas mudanças comportamentais decorrentes do avanço da tecnologia, o consumidor, mais do que nunca, está no comando da perspectiva do varejo em vender mais. A criação de lojas virtuais (e-commerce) continua em expansão e traduz um pouco a forma como o cliente pretende se relacionar com o seu supermercado preferido, por exemplo. Nesse contexto, foi desenvolvida a integração da Lumi Software com a Instabuy, o que oportuniza a criação de e-commerce inteiramente adequado à necessidade e à comodidade do cliente final. Uma solução completa para o varejo eletrônico, atendendo a um anseio do consumidor omnichannel e, no caso da rede Big Box, chama-se “Big Box Delivery” (disponível nas lojas Google Play Store e Apple Store) e aponta ótimas perspectivas de resultados.

Conheça mais a integração:

  • App com a sua marca: com a solução, o e-commerce do seu supermercado pode ter um aplicativo próprio tanto na Apple Store, quanto na Play Store. Ou seja, mais um canal de venda para fidelizar seus clientes;
  • Planos especiais: há uma condição especial para o setor supermercadista, com valores acessíveis e que se encaixam à realidade do estabelecimento.
  • Agendamento de entrega: não há a necessidade de preocupação em ter a melhor operação de logística, basta especificar os horários de entrega para que seus clientes possam escolher quando irão receber os produtos em casa.
  • Design responsivo: a plataforma é orientada para o ambiente “smart”, com layout adaptado para tablets, smartphones e computadores.
  • Integrações com meios de pagamentos: a plataforma já possui praticamente todas a integrações importantes e disponibilidade para desenvolver outras, se necessário.

 

Com self checkout, conforto, privacidade e velocidade na hora de pagar

As estações de pagamento em que o próprio cliente efetua a compra é uma novidade que tem grande aderência em meio ao público em geral, em especial classes “A” e “B”. Outro aspecto que merece ser destacado é que faz do self checkout uma solução bastante oportuna, já que o setor varejista está entrando em uma nova era, muito mais dinâmica e inteligente. A ferramenta é inédita no DF e está entre as novidades do Vitália Empório, supermercado premium da rede Super Veneza no Lago Norte, inaugurado no último dia 28 de fevereiro.

 

Antes de tudo, é importante entender o que é o self checkout. Basicamente, o termo se refere a um serviço de autoatendimento que é disponibilizado aos clientes por meio de caixas automáticos, ou seja, sem a necessidade de um funcionário para passar as compras, devendo o pagamento das compras deve ser realizado somente via cartões (débito ou crédito). Aspecto importante nesse contexto é a quebra de paradigmas: o cliente pode usar sua vivência na utilização de cartões e leitura de código de barras, além de realizar suas compras sozinho.

As estações de pagamento em que o próprio cliente efetua a compra é uma novidade que tem grande aderência em meio ao público em geral, em especial clientes que querem realizar uma compra mais reservada ou que quer ver preservado seu ritmo de tarefas dentro do supermercado. Outro aspecto que merece ser destacado é que faz do self checkout uma solução bastante oportuna, já que o setor varejista está entrando em uma nova era, muito mais dinâmica e inteligente.

Benefícios:

  • Sem longas esperas na fila do caixa, em especial nos dias de maior movimento;
  • Otimização de espaço e agilidade no atendimento;
  • Redução de custos com operadores de caixas;
  • Diminuição de gastos com treinamentos;
  • Simplicidade e facilidade de uso: animações autoexplicativas (para escaneamento, conferência e pagamento de produtos);
  • Experiência satisfatória dos clientes ao efetuarem suas compras;
  • Autoaprendizado;
  • Módulo assistente – interação com o Self Checkout para executar funções gerenciais;
  • Intuitividade.

Conheça estratégias de venda adicional para aplicar no ponto de venda

Está pensando em maneiras de aumentar o seu faturamento? Que tal aproveitar o fluxo de clientes que o seu ponto de venda já tem para vender ainda mais? Aplicando algumas estratégias de venda adicional, você conseguirá aproveitar melhor a presença deles.

Assim que você entender bem como funcionam essas estratégias, perceberá que deixar de aplicá-las pode até ser comparado a perder vendas. Portanto, se está interessado em melhorar o seu faturamento e, ao mesmo tempo, encantar o seu cliente, continue lendo este artigo e entenda o que é venda adicional e como ela funciona. Vamos lá?

O que é venda adicional?

Também conhecida como venda agregada, a venda adicional envolve oferecer produtos relacionados com aquilo que o cliente já tinha a intenção de comprar. Isso funciona porque a maioria das decisões de compra são tomadas por impulso.

Embora as pessoas cheguem ao seu ponto de venda com a intenção de comprar determinados produtos, a decisão de compra ocorre mesmo enquanto o cliente está caminhando pelos corredores do seu estabelecimento. É nesse momento que ele deve ser orientado a adquirir mais alguns itens.

Quais são os benefícios da venda adicional?

A venda adicional é uma forma de demonstrar atenção ao cliente, oferecendo soluções aos problemas dele. Assim, você consegue ser diferente da concorrência, tendo em vista que esse comportamento não é predominante no comércio em geral.

Além disso, atrair novos consumidores demanda um alto custo. Com as estratégias de venda adicional, seu faturamento será incrementado pelo aumento do tíquete médio das pessoas que já são clientes do seu negócio.

Quais são as estratégias de venda adicional?

Diversas estratégias podem ser adotadas em seu estabelecimento para que os clientes se sintam inclinados a adquirir alguns produtos a mais. Veja o que você pode fazer!

Estude as preferências dos clientes

Implantar a venda agregada requer que você conheça bem o seu público-alvo. É necessário analisar dados concretos para descobrir quais são os produtos mais vendidos, além de outras informações.

Assim, você conseguirá identificar e organizar as oportunidades com potencial de venda adicional. Softwares de gestão comercial são uma excelente ferramenta para fazer esse tipo de análise.

Crie pontos de exposição de produtos adicionais

Pontos extras com determinado produto chamam a atenção do cliente. Eles podem ficar em uma ponta de gôndola ou em uma ilha promocional. Geralmente, as ilham ficam nos corredores e geram curiosidade.

Posicione os produtos certos perto do caixa

Depois de o cliente ter colocado tudo o que precisa no carrinho, ainda há uma oportunidade de agregar mais produtos à venda. Para isso, posicione perto do caixa alguns itens que possam ser adquiridos por impulso.

Aproxime gôndolas com produtos relacionados

Organize produtos que combinam entre si para fazer uma sugestão de consumo ou ajudar o cliente a se lembrar do que precisa levar. Por exemplo, você pode posicionar vinhos perto dos queijos, carvão e espetos perto das carnes para churrasco e cereais perto das frutas.

Ofereça degustação de produtos

Um estudo do SPC apontou que degustar um produto dentro da loja é um dos influenciadores de compras por impulso. Por isso, ofereça degustação dos produtos que têm uma melhor margem de lucro.

Conclusão

Como você viu neste artigo, com algumas estratégias simples é possível aproveitar melhor o fluxo de clientes em seu ponto de venda. Com a venda adicional, você demonstrará atenção ao consumidor por oferecer produtos dos quais ele precisa, mas talvez ainda não se dê conta. Além disso, você aumentará o seu tíquete médio e o seu faturamento.

Para entender mais detalhes sobre a venda adicional e a compra por impulso, leia o artigo “Como um layout adequado pode aumentar as vendas“, publicado no site do Sebrae.

Gostou das estratégias que foram apresentadas neste artigo? Conheça então o artigo “Como utilizar o music branding no varejo” e amplie seus conhecimentos. Depois é só compartilhar em suas redes sociais…

Conheça as 3 principais funções de um sistema de supermercado

Um sistema de supermercado pode se integrar a diversos equipamentos periféricos, como balanças e impressoras; pode ser acessado via tablet; consegue se conectar com outros serviços, como o de proteção ao crédito (SERASA) ou de programas de fidelidade e pontuação de compras (DOTZ). Essa tecnologia possui funcionalidades capazes de melhorar a experiência do cliente e atender aos anseios de otimizar seu orçamento e ser atendido de forma ágil, conforme constatou a PwC.

Aliás, o estudo Total Retail 2017 apontou que 55% dos consumidores entrevistados dizem comprar ao menos uma vez por mês em lojas físicas e o mesmo percentual indica que também fazem pedidos online usando um PC. Para os especialistas consultados, se os varejistas investissem em outros formatos de loja, como showrooms, bem como na experiência omnichannel, o percentual de visitas às lojas físicas seria maior.

Quer descobrir como um sistema de supermercado pode apoiar no aumento de visitantes ao seu estabelecimento, na fidelização de clientes e na melhoria da experiência de compra? Então continue lendo e confira quais são as principais funções dessa tecnologia e como ela auxilia essas ações!

1. Gestão de estoque eficiente

Um dos principais atributos que contribuem para a satisfação e boa experiência de compra para 80%  dos consumidores é a capacidade de verificar rapidamente o estoque em outra loja da rede ou online.  Contudo, apenas 57% dos clientes se dizem satisfeitos ao avaliar essa característica das lojas físicas.

Por isso, um bom sistema de supermercado deve possibilitar que a equipe de atendimento consulte o estoque da loja ou da rede e informe para o cliente se determinado produto está disponível.

Além disso, uma boa gestão de estoque reduz a necessidade de empenhar o capital de giro do supermercado na aquisição de produtos com pouca demanda. A ferramenta pode apoiar, por exemplo, para a definição de um estoque máximo, impedindo que uma quantidade superior à delimitada seja comprada antes que os itens sejam efetivamente vendidos.

Ela também apoiaria na definição do estoque mínimo ou ponto de ressuprimento quando a empresa deve enviar uma ordem de compra aos seus fornecedores para evitar o desabastecimento de sua loja.

2. Cadastro descomplicado de clientes

Coletar dados de clientes, atualizá-los ou consultá-los durante a passagem das compras pelo caixa é uma tarefa quase impossível de ser realizada, pois pode gerar filas, demora no atendimento e insatisfações nos consumidores.

No entanto, um bom sistema de supermercado automatiza a coleta de informações básicas, como os dados atrelados ao CPF do consumidor, cria um cadastro para aquela pessoa e possibilita mapear todas as suas interações com a rede de lojas. Isso auxilia criar campanhas personalizadas  para o perfil de cada cliente e, com isso, aumentar o faturamento da loja.

3. Administração de parcerias e fornecedores

Parcerias com fornecedores pode ajudar sua empresa a vender mais sem precisar investir em estoque. É o caso da utilização de estoque consignado, por exemplo. Nesse caso, os itens podem ficar em sua loja ou em poder do fornecedor e você só pagaria quando ocorresse uma venda.

O problema dessa estratégia é que ela obriga a administração de um estoque de terceiro. Ou seja, você precisa saber se os itens ainda estão disponíveis antes de vender maiores quantidades.

Um bom sistema de supermercado permite a integração com outros softwares e facilita a administração de estoques, programas de fidelidade e emissão de cupons promocionais para outras lojas, por exemplo.

Conclusão

O sistema de supermercado deve otimizar a relação do cliente com a loja, reforçar a facilidade de comprar naquela rede e favorecer a fidelização, aumento de vendas e faturamento do estabelecimento, conforme foi apontado pela PwC. Por isso, avalie se a tecnologia usada em seu estabelecimento executa essas funções e verifique se não é tempo de mudar para atender aos anseios de seus clientes.

Se quiser aprofundar seus conhecimentos sobre inovações para o varejo, leia o relatório Total Retail 2017, ele apresenta várias dicas e pontua algumas mudanças no perfil dos compradores que devem ser consideradas.

Agora que você sabe quais são as principais funções de um sistema de supermercado, entre em contato com a Lumi Software e conheça todas as funcionalidades e vantagens em usar nossa tecnologia em seu estabelecimento!

Quais as aplicações do sistema de PDV no controle financeiro?

Um sistema de PDV (ponto de venda) é um software específico para a comercialização dos produtos de sua loja, permitindo um melhor gerenciamento do fluxo de entrada e saída de itens do seu estabelecimento, bem como realiza, de forma automatizada, a emissão de notas fiscais.

Ele permite um melhor controle financeiro, administrar de forma eficiente o estoque da sua loja, o controle de alíquotas fiscais e o cadastro de fornecedores.

Confira as principais funcionalidades de um sistema de PDV e veja os benefícios que pode oferecer para sua organização.

Integração com bancos

O sistema é integrado diretamente com os bancos nos quais há o registro das contas da loja. Assim, toda entrada e saída de dinheiro é registrada via automação, permitindo que você agilize pagamento de contas, reduzindo o tempo gasto com essa tarefa ao longo das rotinas. Além disso, garante uma maior precisão e eficiência nesses processos, já que minimiza as chances de erros.

Controle de estoque

Um sistema de PDV também pode ser utilizado para realizar o controle de estoque, verificando quantos produtos de cada item estão disponíveis no local, reduzindo a necessidade de conferências no local de armazenamento, já que, quando a nova venda é registrada, já é dada a baixa automaticamente.

O sistema pode se reportar o setor de compras para realizar o contato com os fornecedores e adquirir os produtos que estão próximos a terminar. Isso é importante para evitar que falte determinado item em sua loja, principalmente aqueles que tem uma maior saída.

Contabilidade das vendas em tempo real

O sistema registra instantaneamente a movimentação da loja em tempo real, gerando a contabilidade de entrada e saída de produtos. Com isso, você tem, sem necessidade de conferência documento a documento, o registro dos valores de fluxo de caixa automaticamente, diminuindo o tempo de realização dessa tarefa.

Emissão de notas fiscais

Uma das funções fundamentais de um sistema de PDV é a emissão de notas fiscais de forma automatizada, facilitando sua gestão. O próprio software realiza a emissão no sistema próprio da Receita Federal, gerando a NFC-e. É possível até mesmo encaminhá-la imediatamente para o cliente no ato da compra por e-mail.

Fluxo de caixa automático

O sistema registra a compra dos insumos, pagamento de contas, movimentações financeiras e transações bancárias e, a entrada de capital por meio de cada uma das vendas. Com isso, você tem dimensão do seu fluxo de caixa em tempo real, bem como realizar o acompanhamento mensal por meio de relatórios elaborados pelo sistema.

Conclusão

Como você pode perceber, todas as aplicações são bastante úteis e auxiliam em uma melhor gestão do seu ponto de venda, conseguindo alavancar resultados e aumentando os lucros no registro das informações.

Para se aprofundar no assunto e entender mais sobre processos capazes de impulsionar o ponto de venda, leia o livro “Merchandising no Ponto de Venda“, de Regina Blessa. A obra traz um panorama prático que auxiliará no sucesso do negócio.

Confira nosso e-book sobre como funciona a conciliação bancária no segmento de supermercado e tire suas dúvidas sobre o assunto.