NFC_e

Programação automática de Horário de Verão e Secretarias de Fazenda

A Secretaria de Fazenda do Estado de Goiás (SEFAZ/GO), a exemplo de outros órgãos de fazenda estaduais, apresentaram problemas decorrentes da atualização automática do sistema operacional Windows com o Horário Brasileiro de Verão. Ou seja, o relógio foi adiantado em 1 hora, mesmo diante da decisão do Governo Federal de cancelar a vigência do horário especial em 2019.

Os Governos Estaduais divulgaram a seguinte mensagem: “Solicitamos para aguardar o retorno do nosso serviço a qualquer momento será normalizado. Agradecemos a compreensão. Permanecemos ao seu dispor para maiores esclarecimentos”. No PDV Lumi pode aparecer a mensagem como esta: “Rejeição 703 – Data-Hora de Emissão posterior ao horário de recebimento”, o que impossibilita efetuar vendas na frente de loja.

A Lumi Software recomenda habilitar o modo contingência nos PDVs (vide artigo no ConfluenceHabilitar Contingência PDVLumi“). Quando o módulo contingência estiver em execução, é necessário acompanhar as transações no Guardião (NFC-eLumi) para que não gere acúmulo de transações pendentes de transmissão. Desabilitar o modo contingência quando o WebService do seu estado normalizar.

Caso haja alguma dúvida, é importante que seja aberto um chamado no website para que a nossa equipe de atendimento possa orientar qualquer procedimento que seja necessário, inclusive por telefone (61 3361-1001).

Fachada

Lumi Gerencial equipa novo Vivendas de Taguatinga Norte

A Rede Vivendas mantém a sua estratégia de expansão no Distrito Federal e Entorno. Inaugurou no último dia 25 de setembro mais uma loja, agora na QND 06 (Taguatinga Norte). Agora, o grupo soma 13 supermercados e dois atacarejos, todas as unidades equipadas com o sistema de gestão comercial Lumi Gerencial.

A nova loja tem importância estratégica na expansão dos negócios da rede, pois está localizada no coração da terceira cidade mais populosa do Distrito Federal, com mais de 220 mil habitantes. A operação recém-inaugurada também simboliza a consolidação da presença da marca na região sul do Distrito Federal e Entorno.

O mix de produtos segue a mesma linha dos outros supermercados da rede, com alguns itens aderentes ao público A/B, residente na sua região primária (Taguatinga Norte, Centro e uma parte de Taguatinga Sul). Em meio à inauguração, o jeito peculiar de impactar: muita música e fogos, jingle de boas-vindas, além de estampar uma fachada larga e letras grandes. Tudo isso somado ao argumento “preço baixo de verdade”, uma marca do Vivendas.

As soluções em automação da Lumi Software, voltadas supermercados e atacados – e a fusão deles, os chamados “atacarejos” – têm, a cada momento, contribuído para o aumento do desempenho dos nossos clientes. A rede Vivendas é um exemplo disso. Em um contexto competitivo e de crescimento dos negócios, a Lumi tem o orgulho de ter se aprimorado e olhado com coragem a uma perspectiva apontada pela “estrada” mercado, investindo em tecnologia de vanguarda para automação comercial de operações de autosserviço de alimentos.

Como fazer promoções vencedoras sem mexer um centavo na margem?

Tudo pronto! Prateleiras cheias, estoque controlado, frente de caixa redondo, sistema em pleno funcionamento… Um cenário que transmite a sensação de que “tudo está no seu devido lugar”. Mas, por mais que, aparentemente, “o trem esteja nos trilhos”, fazer o supermercado vender mais é sempre uma necessidade, um desafio contínuo na rotina do varejista.

Vender mais passa, necessariamente, pela adoção de uma estratégia promocional consistente, que reduza o preço de um ou outro produto, tornando-o mais atraente aos olhos do consumidor. Mas, o receio nessas horas é de “errar na dose”, fazer promoção de um produto sem observar a curva ABC e acabar não vendo o capital investido de volta.

Nesse contexto, que tal a ideia de você participar de um clube de promoções, diretamente com a indústria, independentemente do porte do seu varejo?

Clube de Promoções Scanntech

Parceira de várias indústrias, a Scanntech faz essa ponte. Explico: você participa de um clube de promoções o ano todo, vendendo um ou vários produtos com excelente desconto, sendo ressarcido pela própria fábrica da diferença para a gôndola. Por exemplo: o preço de determinado produto na prateleira é R$ 10,00, a indústria sugere que você venda promocionalmente a R$ 8,00. A diferença de R$ 2,00 é devolvida para o varejista.

Agora, considere que isso está totalmente integrado ao sistema Lumi Gerencial, que altera o preço no sistema temporariamente e retorna à condição original no prazo acertado. Tudo automaticamente! A integração com a Scanntech oportuniza isso, de forma moderna e avançada.

Veja o infográfico abaixo e entenda melhor como funciona o Clube de Scanntech:

Assista aqui o vídeo e conheça mais a solução.

Para obter mais informações, entre em contato com o Departamento Comercial da Lumi Software no telefone (61)3361-1001 ou pelo WhatApp (61) 99668-9400.

Mais um Lumi Gerencial no grupo Vivendas: agora é a vez do Atacadão

Com importante atuação no Distrito Federal e Entorno a rede Vivendas abriu mais uma unidade especializada em atacado e varejo agora no Valparaíso de Goiás. É o 2º atacarejo de autosserviço do grupo, sucedendo, portanto, o Vivendas Atacado e Varejo, inaugurado em dezembro do ano passado em Santa Maria. Além dos dois atacarejos, a rede conta hoje com 12 supermercados distribuídos no Gama (4), Valparaíso – GO (2), Pedregal – GO, Jardim Ingá – GO, Recanto das Emas e Santa Maria (3).

O Atacadão Vivendas tem uma proposta de varejo consolidada, em especial porque cumpre todos pré-requisitos para quem quer fazer sucesso junto à comunidade. Em meio à inauguração, muita música e fogos, jingle de boas-vindas, além de estampar uma fachada larga e letras grandes, tudo somado ao argumento “preço baixo de verdade”. Aumentando a expectativa, teve contagem regressiva para abertura das portas, o que ocorreu às 18h, pontualmente. A marca entrega à comunidade uma loja ampla, pé-direito alto, boa largura de corredores e um mix de produtos bastante adequado ao público consumidor.

Outra percepção importante é a de oportunidade, haja vista que há preços distintos para compras por atacado e varejo. Não se trata de um fato novo, mas a estratégia atende originalmente ao anseio dominante no consumidor final e em pequenos varejistas locais, pois sugestiona preço baixo e ganho em escala.

As soluções em automação da Lumi Software, voltadas supermercados e atacados – e a fusão deles, os chamados “atacarejos” – têm, a cada momento, contribuído mais para o aumento do desempenho dos nossos clientes e parceiros. Na verdade, em um contexto competitivo e de crescimento dos negócios, a Lumi tem orgulho de ter se aprimorado e olhado com coragem a uma perspectiva apontada pela “estrada” mercado. Detemos a tecnologia de vanguarda de automação comercial para operações de autosserviço porque acreditamos no potencial de crescimento de clientes e no autodesenvolvimento técnico da Lumi Software. Dessa forma, ratificamos também um compromisso que temos com todos os nossos clientes: mais automação, menos manutenção.

 

 

060A9108

Informação importante: atualização do PDV Lumi

Já está disponível a nova versão do PDVLumi. Para atualizar é fácil! Basta seguir as instruções abaixo:
Importante! O SAC Gerencial, Guarda Lumi, Guardião e PDV Lumi devem estar sempre atualizados na última versão. Deverão seguir a ordem de atualização abaixo:

  •  Sac Gerencial 2.7.31 e SACCom 2.5 ou superior;
  •  Guarda 5.1, GuardaCom 14.7 ou superior;
  •  Guardião 2.13 e NFCeCom 7.1 ou superior;
  •  PDVLumi 5.1.053 e PDVCom 5.35 ou superior;

É recomendado, antes de atualizar, conferir todos os pontos de atenção relacionados ao assunto. As melhores práticas indicam que é importante instalar a versão do PDVLumi disponibilizada, primeiramente, em um ou dois caixas. Somente depois de homologado, instalar nos demais checkouts. Veja aqui o nosso artigo que trata de outras orientações a respeito da atualização do sistema Lumi Gerencial.

Caso haja algum problema, abra um chamado aqui ou entre em contato com o nosso Suporte.

“Papa-fila”, e-commerce e self checkout: integrações da Lumi Software para quem deseja oferecer conveniência, conforto, rapidez e mais faturamento

A mudança do ritmo de vida do consumidor, muito em decorrência da adoção de um comportamento multitarefa, tem motivado a uma série de adequações, em especial, no setor varejista. Quando falamos de supermercado, por exemplo, conforto e velocidade no atendimento ao cliente são diferenciais importantes, pois tornam a experiência junto ao varejista ágil, conveniente e agradável. Nesse contexto, a Lumi Software – líder de mercado em automação comercial para supermercados e atacarejos do Distrito Federal – desenvolveu integrações do sistema de gestão comercial Lumi Gerencial com os softwares Beepay (compra presencial na loja por meio de aplicativo), Instabuy (e-commerce com grande afinidade a supermercados) e Self Checkout (caixa de supermercado em que o próprio cliente realiza a compra). As três ferramentas têm atraído clientes para redes varejistas do DF, entre elas Big Box e Super Veneza.

Na NRF 2019 Retail’s Big Show, que é a feira mais conhecida do setor do varejo do mundo, realizada em janeiro passado em Nova Iorque, foi apontado quais são quatro os pontos focais para os negócios em 2019: aumentar a receita; melhorar a experiência do cliente no chão de loja; melhorar os produtos, aumentando a produtividade; e reduzir custos. “Vem daí a iniciativa de oferecer aos nossos clientes soluções para atender a essas prioridades, incrementando o resultado operacional”, explica Rodrigo Vidal, diretor Comercial da Lumi Software, empresa que desenvolveu as integrações com Beepay, Instabuy e Self Checkout.

Integração do Lumi Gerencial com Beepay muda o jeito de comprar

Tornar a experiência do consumidor cada vez mais marcante é um desafio para qualquer rede varejista. Considerando que o consumidor moderno busca soluções mais adequadas ao ritmo de vida atual, a Lumi Software, atenta a isso, desenvolveu a integração com a Beepay, uma solução “papa-fila” para o varejo. Por meio de um aplicativo para smartphone, o cliente entra no supermercado, sem o desgaste físico de empurrar o carrinho, paga diretamente no caixa e recebe suas compras em casa. Veja abaixo como já funciona no Big Box (402 Norte):

    

  • Aplicativo

Basta fazer o download do app. No caso do Big Box, o aplicativo se chama “BIG BOX Super Fácil” e está disponível nas lojas Google Play Store e Apple Store.

  • Bipando os produtos

O cliente coloca item por item em um carrinho virtual, sem se preocupar com a quantidade e nem com o limite físico do carrinho de compras.

  • Conferindo a lista e finalizando

Em meio ao processo, o cliente pode conferir os produtos que está comprando, alterar quantidades ou excluir itens, se necessário, antes de finalizar a compra.

  • Fazendo o pagamento

O pagamento do pedido poderá ser feito no próprio supermercado (em caixas exclusivos) ou por meio do próprio aplicativo.

  • Entregando e avaliando

Finalizando a jornada, recebe as compras em casa, de acordo com as regras do seu supermercado, e emite uma avaliação imediata da experiência de compra.

 Benefícios:

  • Redução de exigência de investimentos na infraestrutura de logística interna (carrinhos e cestas) e menos “engarrafamentos”;
  • Redução de filas e exclusão do processo de retirada de produtos dos carrinhos e empacotamento pós-pagamento;
  • Não é necessário validar produtos um a um e se responsabilizar por diferenças financeiras;
  • Redução de perdas nos caixas resultantes de fraudes ou distrações, produzidas pelo cliente ou operador de caixa, acabam;
  • Menos filas, mais pessoas comprando.

 

Tecnologia permite supermercado criar e-commerce e vender mais

Depois de tantas mudanças comportamentais decorrentes do avanço da tecnologia, o consumidor, mais do que nunca, está no comando da perspectiva do varejo em vender mais. A criação de lojas virtuais (e-commerce) continua em expansão e traduz um pouco a forma como o cliente pretende se relacionar com o seu supermercado preferido, por exemplo. Nesse contexto, foi desenvolvida a integração da Lumi Software com a Instabuy, o que oportuniza a criação de e-commerce inteiramente adequado à necessidade e à comodidade do cliente final. Uma solução completa para o varejo eletrônico, atendendo a um anseio do consumidor omnichannel e, no caso da rede Big Box, chama-se “Big Box Delivery” (disponível nas lojas Google Play Store e Apple Store) e aponta ótimas perspectivas de resultados.

Conheça mais a integração:

  • App com a sua marca: com a solução, o e-commerce do seu supermercado pode ter um aplicativo próprio tanto na Apple Store, quanto na Play Store. Ou seja, mais um canal de venda para fidelizar seus clientes;
  • Planos especiais: há uma condição especial para o setor supermercadista, com valores acessíveis e que se encaixam à realidade do estabelecimento.
  • Agendamento de entrega: não há a necessidade de preocupação em ter a melhor operação de logística, basta especificar os horários de entrega para que seus clientes possam escolher quando irão receber os produtos em casa.
  • Design responsivo: a plataforma é orientada para o ambiente “smart”, com layout adaptado para tablets, smartphones e computadores.
  • Integrações com meios de pagamentos: a plataforma já possui praticamente todas a integrações importantes e disponibilidade para desenvolver outras, se necessário.

 

Com self checkout, conforto, privacidade e velocidade na hora de pagar

As estações de pagamento em que o próprio cliente efetua a compra é uma novidade que tem grande aderência em meio ao público em geral, em especial classes “A” e “B”. Outro aspecto que merece ser destacado é que faz do self checkout uma solução bastante oportuna, já que o setor varejista está entrando em uma nova era, muito mais dinâmica e inteligente. A ferramenta é inédita no DF e está entre as novidades do Vitália Empório, supermercado premium da rede Super Veneza no Lago Norte, inaugurado no último dia 28 de fevereiro.

 

Antes de tudo, é importante entender o que é o self checkout. Basicamente, o termo se refere a um serviço de autoatendimento que é disponibilizado aos clientes por meio de caixas automáticos, ou seja, sem a necessidade de um funcionário para passar as compras, devendo o pagamento das compras deve ser realizado somente via cartões (débito ou crédito). Aspecto importante nesse contexto é a quebra de paradigmas: o cliente pode usar sua vivência na utilização de cartões e leitura de código de barras, além de realizar suas compras sozinho.

As estações de pagamento em que o próprio cliente efetua a compra é uma novidade que tem grande aderência em meio ao público em geral, em especial clientes que querem realizar uma compra mais reservada ou que quer ver preservado seu ritmo de tarefas dentro do supermercado. Outro aspecto que merece ser destacado é que faz do self checkout uma solução bastante oportuna, já que o setor varejista está entrando em uma nova era, muito mais dinâmica e inteligente.

Benefícios:

  • Sem longas esperas na fila do caixa, em especial nos dias de maior movimento;
  • Otimização de espaço e agilidade no atendimento;
  • Redução de custos com operadores de caixas;
  • Diminuição de gastos com treinamentos;
  • Simplicidade e facilidade de uso: animações autoexplicativas (para escaneamento, conferência e pagamento de produtos);
  • Experiência satisfatória dos clientes ao efetuarem suas compras;
  • Autoaprendizado;
  • Módulo assistente – interação com o Self Checkout para executar funções gerenciais;
  • Intuitividade.

Lumi Software detém tecnologia adequada a mudanças fiscais que ocorrerão em Minas Gerais

Um assunto que interessa aos clientes da Lumi Software que têm operações no estado de Minas Gerais, e às redes de supermercados e atacarejos com quem estamos negociando. Trata-se do impacto das mudanças com a publicação da Resolução 5.234 de 05 de fevereiro de 2019 pela Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais (SEFAZ-MG). Vale lembrar que os ajustes são totalmente aderentes ao Sistema de Automação Comercial Lumi Gerencial:

  • Até 1° de março, o ECF (Emissor de Cupom Fiscal) continua sendo a única opção de tecnologia fiscal para as empresas do varejo de Minas Gerais;
  • Após 1° de março, todo o novo estabelecimento comercial deve utilizar a NFC-e;
  • Todas as empresas que utilizam o ECF atualmente terão de migrar para a NFC-e, conforme calendário divulgado (abaixo):
    • 1° de abril de 2019: empresas varejistas de combustíveis e empresas com receita bruta anual acima de R$ 100 milhões;
    • 1° de julho de 2019: empresas varejistas com receita bruta anual entre R$ 15 milhões e R$ 100 milhões;
    • 1° de outubro de 2019: empresas varejistas com receita bruta anual entre R$ 4,5 milhões e R$ 15 milhões;
    • 1° de fevereiro de 2020: empresas varejistas com receita bruta anual inferior a R$ 4,5 milhões.
  • Até a data de obrigatoriedade de migração para NFC-e, as empresas atuais ainda podem optar por adquirir o ECF – tanto para a substituição de equipamentos com memória esgotada, como para novos pontos de venda;
  • A partir do início da obrigatoriedade de migração para NFC-e, todos os estabelecimentos que ainda tiverem o ECF em operação poderão utilizá-lo até o final da memória fiscal, respeitando um limite máximo de 9 meses.

Leia a resolução na íntegra aqui.

A Lumi Software está inteiramente à disposição para desenvolver a implementação do NFC-e em seu supermercado ou atacarejo. Entre em contato conosco!

Comunicado Importante: fim do Horário de Verão 2018/2019

Com o fim do Horário de Verão no próximo sábado, dia 16/02/2019, à meia-noite, todos os estados das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul, além do Distrito Federal, voltam a adotar o horário legal brasileiro, atrasando os relógios em 1 hora. Portanto, é da maior importância que o seu sistema operacional Windows esteja atualizado para operar normalmente com NFC-e. 

Para que não haja dúvida, nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além do Distrito Federal, o horário será atrasado em 1 hora no próximo sábado (16/02/2019), as 24h (meia-noite). Dessa forma, Brasília volta a estar alinhada com fuso internacional.

IMPORTANTE: É necessário que seu estabelecimento garanta que o SERVIDOR GUARDA, GERENCIAL e PDVs, estejam corretamente marcados na opção de atualização de horário de verão (“Ajustar automaticamente para horário de verão”).

Os computadores com Windows geralmente são atualizados automaticamente, como afirma a própria Microsoft, porém somente as máquinas com a atualização em dia terão a mudança garantida pela Microsoft.

O que é frontoffice e backoffice? E como a tecnologia pode ajudá-los a ter um desempenho melhor?

Você sabe como estão os processos internos da sua empresa? Está realizando, de fato, uma gestão eficiente do que ocorre nesse ambiente? Isso é fundamental para que possa conseguir resultados de fato positivos, levando a um crescimento sustentável e saudável do negócio.

Para isso, é importante saber como administrar as atividades de frontoffice e backoffice, compreender as funções de cada um deles e identificar como a tecnologia pode auxiliar nesses dois pontos.

Para isso, continue lendo nosso artigo e tire suas dúvidas sobre o assunto.

O que é backoffice?

Backoffice, ou retaguarda, diz respeito às atividades de apoio de uma empresa, que dão suporte para que as atividades de frente possam ser executadas e os produtos ou serviços cheguem até o cliente final.

Normalmente a equipe de backoffice não estabelece muito contato com o cliente. Em geral, atua na sustentação da empresa, em planos de retaguarda e, eventualmente, de contingência. Estão entre eles controle financeiro, os profissionais de TI, entre outros.

Suas funções não estão diretamente ligadas à produção, mas oferecem todo o suporte para o funcionamento do negócio, mesmo que não estejam “aos olhos” do cliente.

O que é frontoffice?

Frontoffice, ou linha de frente, diz respeito às atividades “de frente” da organização, ou seja, aquelas que tenham alto contato com o cliente. Pense em todas as atividades que estão diretamente ligadas com o seu público.

Por exemplo, se seu negócio trabalha com venda de produtos, todo o processo “de linha de frente” perpassa o controle de inventário, acionamento do estoque, a produção do item (caso seja um item confeccionado sob demanda) e a entrega até as mãos do cliente.Tudo isso, faz parte das operações de frontoffice.

Quais são as suas diferenças?

Essencialmente as diferenças entre frontoffice e backoffice dizem respeito à ligação das funções com a atividade fim da empresa. Enquanto frontoffice está relacionado com as atividades que atingem diretamente o cliente, o backoffice é o responsável pela sustentação dessas atividades no negócio.

Quem faz parte do backoffice e do frontoffice de uma empresa?

Os setores que fazem parte do frontoffice de uma empresa são:

  • logística;
  • armazenamento e estoque;
  • vendas;
  • marketing;
  • transporte.

Já os setores que compõem o backoffice são:

  • TI;
  • contabilidade;
  • jurídico;
  • financeiro, entre outros.

Como utilizar a tecnologia para integrar processos nas empresas?

Frontoffice e backoffice precisam trabalhar de forma integrada para que a empresa consiga executar suas funções. Não adianta ter um produto incrível se não há suporte para a execução das funções que possibilitam a sua produção.

E para potencializar esses processos, saiba quais são as tecnologias que podem auxiliar na integração entre esses dois pontos e otimizar as rotinas internas do negócio.

Utilize CRMs

O CRM (Customer Relationship Management) são soluções que visam estabelecer um gerenciamento de relacionamento entre empresa e público, potencializando os processos que tenham foco no cliente.

Utilize ERPs

O ERP (Enterprise Resource Planning) diz respeito a sistemas que visam realizar uma gestão integrada entre os diversos segmentos da organização, permitindo a união dos setores de backoffice e frontoffice. Também permite a automação de uma série de funções técnicas e vitais do negócio.

Essas duas tecnologias – CRM e ERP – quando utilizadas em conjunto, permitem uma gestão integrada que concilie os propósitos de ambos, oportunizando que um potencialize as atividades do outro, e proporcione melhores resultados para o crescimento da organização.

Conclusão

Backoffice e frontoffice são estratégicos para a empresa. A compreensão das funções de cada uma dessas modalidades permite o gestor a ter um maior controle dos processos internos e potencializá-los adequadamente, garantindo um crescimento sustentável da empresa.

Adotar a tecnologia no negócio é fundamental para construir diferenciais competitivos. Para entender mais sobre o assunto, é uma boa ideia ler o livro Tecnologia de Informação: Planejamento e Gestão, de Paulo Rogério Foina.

Quer dicas para melhorar a gestão da sua organização? Conheça o ERP de integração do Front e Backoffice da Lumi Software.

Oracle muda política de atualizações e licenças de uso das máquinas virtuais Java

Alteração afeta produtos SiTefWeb e SiTef Conciliação Full

 

A partir de Janeiro/2019, conforme divulgado pela Oracle, haverá importantes mudanças na política de atualizações e licenças de uso das máquinas virtuais Java. Os tópicos que mais afetam os produtos SiTefWeb e SiTef Conciliação Full são:

  • Fim das atualizações do Java 8: a partir de Janeiro/2019 não serão disponibilizadas automaticamente novas atualizações da máquina virtual Java 8. Só usuários com contrato de Suporte com a Oracle passarão a ter direito a atualizações do Java 8;
  • Necessidade de licença comercial: A partir da versão 9, será necessária a aquisição de uma licença para o uso comercial do Java distribuído pela Oracle;
  • As versões da máquina virtual Java posteriores a 8 não incluem mais tecnologias fundamentais para o funcionamento dos relatórios do SiTefWeb e SiTef Conciliação.

Importante ressaltar que as aplicações SiTefWeb e SiTef Conciliação FULL permanecem funcionando com qualquer versão do Java 8 Oracle.

Diante deste cenário, solicitamos que os usuários dos relatórios SiTefWeb e SiTef Conciliação não atualizem o release da máquina virtual Java 8 a partir de janeiro de 2019 para versões posteriores da máquina virtual (9, 10, 11…). Os relatórios não funcionarão em versões posteriores ao Java 8. Se o cliente desejar ter acesso às atualizações da versão 8 do Java Oracle, ele precisará ter um contrato de suporte com a Oracle.

Estamos trabalhando na homologação do SiTefWeb e SiTef Conciliação utilizando o OpenJDK como alternativa à máquina virtual da Oracle o que viabilizará a utilização das versões mais recentes do Java.

Em paralelo, está em desenvolvimento uma nova versão do SiTefWeb e do SiTef Conciliação que não necessitará mais da instalação do Java nas máquinas clientes. Ela conterá os relatórios TEF constantes do SiTefWeb mais os relatórios de conciliação do SiTef Conciliação que não foram descontinuados. Essa versão está prevista para meados de Fevereiro/2019.

Esta versão contemplará as seguintes funcionalidades:

  • Interface Transacional
  • Relatórios de Gerenciamento de Transações
  • Transações
  • Resumo de Movimento
  • Recarga de Celular
  • PBM
  • Correspondente Bancário Gestão de Fidelidade
  • Sócio Torcedor
  • Troco do Bem
  • SAV
  • Pesquisa de Transações
  • Vendas Analítico

 

  • Relatórios de Gerenciamento de Conciliação
  • Relatório de Conciliação
  • Relatório de Pesquisa de Conciliação
  • Relatório de Resumo de Vendas

 

  • Relatórios de Gerenciamento de Extratos
  • Lançamento de Valores
  • Detalhamento de Despesas
  • Previsão de Recebíveis

 

  • Gerenciamento de Cadastros
  • Loja
  • Grupo
  • Regional
  • Perfil
  • Usuários
  • Estabelecimento

 

  • Monitoramento de Transações
  • Monitorador de Transações

 

Para acessar as novas determinações na íntegra acesse https://www.java.com/pt_BR/download/release_notice.jsp

 

Caso haja alguma dúvida, a equipe da Lumi Software fica à disposição para esclarecer. Basta entrar em contato conosco por meio do telefone (61) 3361-1001.