Controle de inventário: entenda a importância e saiba como fazer

Você sabe quais e quantos bens a sua empresa possui? Como anda o controle de estoque e a rotatividade dos produtos da prateleira?

Para um negócio se desenvolver de forma estável é fundamental que o gestor saiba fazer um controle de inventário planejado e de acordo com a realidade.

Um erro comum entre empreendedores é não manter esse inventário atualizado, provocando problemas na gestão de estoque e, consequentemente, perdendo clientes.

Esse é um tema muito importante, por isso será o foco deste artigo! Está interessado em aprender sobre o assunto? Então acompanhe!

Enfim, o que é o inventário?

Para o mundo empresarial, o inventário é uma lista de bens materiais que incorporam seu patrimônio e que estejam disponíveis em estoque, estando guardados no seu próprio ambiente ou fora dele.

A ideia é desenvolver uma maneira de acompanhar o que a empresa tem, garantindo alguns benefícios:

  • controle de estoque mais eficaz;
  • acompanhamento e redução de custos e desperdícios;
  • aprimoramento da capacidade de produção;
  • aumento da rentabilidade da atividade.

Imagine que seu negócio mantém um inventário atualizado constantemente, apontando que determinado produto está em baixa nas prateleiras: será possível se planejar para fazer o reabastecimento antes de ele acabar. Isso garante que clientes que estejam procurando essa mercadoria específica sempre a encontrem, facilitando seu processo de vendas.

Assim, é possível, além de fidelizar compradores, aumentar a agilidade no atendimento, controlar perdas de produtos e evitar fraudes!

Como fazer o inventário da maneira correta?

O grande problema dos gestores é fazer — e manter — um inventário atualizado! Independentemente do tamanho da sua empresa, essa tarefa pode ser facilitada por meio de tecnologias novas no mercado!

Existem sistemas voltados desenvolvidos que promovem a automação de atividades e auxiliam em um controle de inventário. Nesse caso, parceiros podem ajudar você a melhorar a rentabilidade de seu negócio.

Entre várias práticas, algumas podem ser de grande auxílio:

Faça um planejamento

Começar a criação do inventário no meio da semana, com muito movimento ou pouca preparação, é um problema. Por isso, opte por começar em dias mais vazios, preferencialmente fora do expediente, para facilitar a contagem dos produtos.

Isso garante que o estoque esteja estagnado e permite que o resultado seja fiel à realidade da empresa.

Separe e organize

Separar e organizar são práticas que facilitam a produtividade desse trabalho. Separe a mercadoria em categorias e tipos, divida em prateleiras, armários ou em lugares ideais para seu negócio.

Essa é uma forma de economizar muito tempo na contagem dos produtos, além de ajudar a apontar quais são obsoletos. Dessa forma, além de melhorar a gestão de estoques, você pode auxiliar na gestão financeira.

Crie códigos

Os códigos são uma maneira de facilitar a identificação. Imagine a praticidade de, a cada venda, um sistema eletrônico deduzir do inventário uma unidade.

O desenvolvimento de códigos ajuda na contagem e na atualização do inventário, então não deixe de considerá-lo!

Use um software de gestão

Como dissemos, investir em uma tecnologia é uma ótima prática para qualquer empresa, e no âmbito de inventário isso não seria diferente.

O mercado oferece tecnologias que tornam esse trabalho mais fácil, tanto para criar um inventário quanto para sua manutenção. Encontre parceiros que ofereçam um sistema atualizado e faça parcerias.

Assim, é possível desenvolver uma estratégia melhor para o crescimento do seu negócio da melhor maneira!

E então, leitor? Entendeu a importância de ter — e de como fazer — um controle de inventário? Aproveite para aprender mais com nosso artigo sobre como usar uma matriz de fornecedores!

Adicione um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked*