Horário de funcionamento Dia de Corpus Christi

Prezados clientes e parceiros,

Informamos que de acordo com a portaria n° 468 publicada na Seção 1 do Diário Oficial da União em 26 de dezembro de 2017, nosso atendimento seguirá no horário normal (08:00 a 12:00 e das 13:00 as 18:00).

 

 

Como o Big Data pode ajudar na fidelização de clientes?

Big Data é uma das ondas mais recentes de inovação tecnológica aplicadas à gestão de negócios e um número cada vez maior de empresas está percebendo a importância de utilizá-lo para melhorar seus produtos e resultados.

A tecnologia oferece ferramentas poderosas para melhorar a comunicação com o cliente e torná-la mais eficaz para conquistar sua fidelidade. Para saber como utilizá-la, mantendo seu negócio competitivo, confira este artigo!

O que é Big Data?

Big Data é um termo utilizado para descrever a coleta e análise de um grande volume de dados por meio de sistemas de inteligência artificial. Tem como uma das maiores vantagens a possibilidade de personalizar ofertas e produtos com base no perfil de consumo dos clientes. 

Quando você implanta o Big Data, entende melhor seus consumidores e, consequentemente, aumenta as chances de turbinar sua lucratividade.

Quais são as formas de análises possíveis?

Análises observacionais

Servem como base para criar uma melhor experiência do cliente, rastreando os padrões de comportamento e a forma de uso dos produtos e serviços.

Análises preditivas

Úteis para criar mecanismos de recomendação de produtos ou para identificar clientes que passaram por experiências negativas (como longos períodos de espera ou consumo de itens danificados) e que podem tornar-se detratores da marca.

Análises prescritivas

Ajudar a determinar as etapas mais eficazes após uma ou mais interações. Assim é possível gerir melhor a demanda e agir corretamente após cada decisão ou experiência vivida pelo cliente.

Como o Big Data ajuda a construir fidelidade?

A aquisição de um novo cliente pode implicar em custos significativos. Por isso, é uma boa estratégia investir na fidelização da base de clientes já existente. Aqui, o Big Data é uma ferramenta essencial para implementar as seguintes táticas:

Observar hábitos de consumo de forma veloz

Preveja quais clientes podem estar enfrentando problemas com um produto ou serviço, e surpreenda-o de forma proativa. Uma das vantagens dessa ação é que a empresa terá uma boa ideia de qual é o problema antes de entrar em contato com o cliente, criando soluções mais rapidamente.

Antecipar necessidades de clientes em potencial

O Big Data tem o potencial de identificar as necessidades de novos clientes, de modo a combiná-las com a melhor opção de produto para eles. Ao combinar o mix correto de produtos com os novos clientes, há menos chances de que eles precisem procurar algum concorrente.

Melhorar a experiência de consumo em tempo real

A análise de Big Data permite que as empresas tenham uma conversa contínua com o cliente por meio de páginas de destino personalizadas, aplicativos móveis e anúncios. Através de ferramentas de geolocalização é possível saber quando um cliente em potencial está perto de uma loja, permitindo uma série de ações de marketing possíveis.

Criar ofertas personalizadas

O Big Data pode acessar informações como sexo, localização e dados sociais de cada cliente e permitir que os profissionais de marketing enviem ofertas diferentes para cada indivíduo com base em seus interesses.

Criar programas de fidelização eficientes

Um programa de fidelidade onde todos recebem os mesmos benefícios e recompensas há muito se tornaram desatualizados. Os clientes leais geralmente buscam tratamento preferencial dos varejistas.

As empresas devem usar os dados para identificar e rastrear quem são seus melhores clientes, entender seus hábitos de compra, valores e estilo de vida e, em seguida, encontrar uma maneira de reconhecê-los de maneira adequada e pessoal. Os clientes mais lucrativos devem, novamente, ser identificados e recompensados ​​de acordo.

Conclusão

Os algoritmos podem fazer um ótimo trabalho, mas conversar diretamente com os clientes permite que a equipe entenda o que os indivíduos reais querem. A leitura do livro “Big Data: Uma Visão Gerencial: Para Executivos, Consultores e Gerentes de Projetos” é uma boa oportunidade para entender melhor que cabe ao fator humano testar e quantificar o impacto de diferentes táticas de marketing e merchandising no comportamento e nas vendas do cliente.

Se sua empresa está procurando aproveitar os dados dos clientes para criar um programa de fidelidade tão competitivo, siga nossas redes sociais para acompanhar outras estratégias para o sucesso do seu negócio. Estamos no Facebook e YouTube.

E-Book – Varejo de Autoserviço: Entenda Tudo Sobre essa Tendência

O que é varejo de Autosserviço

O autosserviço é um conceito que se mistura com o surgimento dos modelos de varejo presentes na atualidade

Quais são as tecnologias de autosserviço disponíveis atualmente?

  • Sistemas IVR e assistentes virtuais
  • Multicanais
  • Self checkout

Quais as vantagens e desvantagens do varejo de autosserviço?

Vamos entender um pouco melhor o contexto em que ele se aplica. A nova visão do marketing vai além de entender as necessidades e os desejos do consumidor, seus hábitos de compra e seu comportamento de modo geral.

Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia é um assunto que empolga a todos. De modo geral, a conclusão que podemos tirar desse nosso diálogo é que: o crescimento do autosserviço é inevitável no varejo.

Baixar E-book

Veja como tornar o seu controle financeiro sempre confiável.

Saiba como visualizar a atual situação da empresa.

  • Análise e planejamento financeiro: análise os resultados financeiros e planeje ações necessárias para obter melhorias;
  • Contas a receber e a pagar: controle as contas a receber das vendas e compras à prazo, impostos e despesas operacionais;
  • Monte um fluxo de pagamentos e recebimentos.

Conheça mais sobre “Controle Financeiro”, para receber nossos materiais faça o download grátis.

Clique aqui

Como um sistema de gestão comercial pode alavancar suas vendas?

Contar com informações em tempo real e acompanhar as vendas com precisão são dois fatores imprescindíveis para os empresários do setor de supermercados. Por isso, os estabelecimentos estão investindo em um sistema de gestão comercial.

O software permite verificar os itens mais vendidos, acompanhar o andamento do estoque e montar estratégias que possam atrair mais clientes. Com certeza, o uso adequado da tecnologia é fundamental para obter resultados mais expressivos e superar a concorrência.

Neste post, vamos destacar 4 vantagens que os empreendedores conquistarão ao investirem em uma ferramenta voltada para a gestão comercial. Confira:

1. Reduzir custos e erros

Em um momento de instabilidade econômica, os empresários devem priorizar a diminuição de despesas para manterem a saúde financeira de um supermercado. Por isso, é indicado adotar um sistema de gestão comercial para avaliar os gastos.

O software pode, por exemplo, fornecer dados sobre as mercadorias que estão mais tempo no estoque. Assim, o empreendedor evita comprar itens que não serão consumidos pelos clientes rapidamente.

Além disso, poderá pensar em promoções para que os produtos encalhados possam ser adquiridos pelos clientes, evitando o desperdício. Deixar uma mercadoria muito tempo no estoque é sinônimo de dinheiro perdido.

A solução, ainda, pode contribuir para aperfeiçoar o recebimento de produtos, conferindo o pedido de compra, os dados da nota fiscal do consumidor e a entrada do item no depósito. Quando essa atividade é feita de forma manual, podem ocorrer diversos erros que prejudicam as finanças do negócio.

2. Aumentar a produtividade

Hoje, administrar um supermercado sem uma ferramenta de gestão é um erro inadmissível. Anotar as vendas, registrar as compras de fornecedores, acompanhar o pagamento de impostos e estabelecer uma política de preço são ações que necessitam de um sistema de gestão comercial para serem executadas corretamente.

Com uma ferramenta de alto nível, não é necessário ter diversos colaboradores para ficar contando os itens disponíveis no estoque. Eles poderão ser usados para outras atividades, como orientar os clientes na hora da compra e informá-los sobre promoções do estabelecimento.

Um software agiliza bastante os serviços. Isso porque permite registrar a nota fiscal de forma automática com a entrada da mercadoria no estoque. Além disso, permite calcular os impostos e fazer o envio das obrigações fiscais. Caso a empresa não tenha um sistema, essas ações teriam que ser feitas isoladamente, o que demandaria mais tempo.

A tecnologia deve ser usada para facilitar a vida dos empreendedores e tornar os funcionários mais qualificados para exercerem diversas funções. Para conquistar o público-alvo, é necessário seguir essa tendência.

3. Aperfeiçoar o controle de estoque

Nada melhor do que possuir, em tempo real, dados sobre as mercadorias disponíveis. Um bom controle de estoque permite a um empresário analisar melhor o comportamento dos clientes e ter uma maior capacidade de negociação com os fornecedores.

Quando um supermercado tem informações sobre os produtos que estão no estoque é mais fácil definir uma política de preço interessante para o estabelecimento e os fregueses. Afinal, é importante manter as vendas em um bom patamar para consolidar uma posição de prestígio no mercado.

4. Melhorar o atendimento

Ninguém gosta de perder muito tempo na fila de um supermercado. Por isso, vale a pena investir em um software que faça a leitura do código de barras das mercadorias com extrema eficiência.

Essa medida agiliza o atendimento e evita dúvidas sobre os preços dos produtos. Investir na qualidade dos serviços oferecidos aos consumidores é essencial para um supermercado ser bem avaliado pelo público-alvo e expandir a carteira de clientes.

Conclusão

Com um sistema, o estabelecimento pode adotar uma política de preços interessante para o público-alvo. Dependendo do valor da compra, ela pode ser parcelada um determinado número de vezes. Também é possível usar programas de fidelidade para os fregueses mais fiéis terem desconto.

A tecnologia é um diferencial muito importante para todas as empresas. Aquelas que acompanharem o avanço tecnológico terão mais condições de atenderem às demandas dos consumidores. Se você quer saber mais sobre como um sistema de gestão comercial pode aumentar as vendas, entre em contato conosco agora mesmo. Será um prazer atendê-lo!

Por que oferecer wi-fi para clientes pode aumentar suas vendas?

De acordo com o IBGE, cerca de 65% dos brasileiros estão conectados à internet, formando uma população de mais de 116 milhões de pessoas que acessam a rede de alguma forma ao menos uma vez ao mês. Dessas pessoas, quase 95% utilizam o smartphone como principal meio de conexão. Com esse contexto em mente, a adoção de wi-fi para clientes pode ser uma tática muito benéfica para supermercados.

Alternativa mais viável

Essa possibilidade era quase nula há alguns anos, devido ao preço da internet e à falta de estrutura no país, que fazia com que o valor cobrado pelos equipamentos necessários fosse muito caro. Mas, atualmente, essa é uma opção que pode ser adotada por estabelecimentos de diferentes portes, pois já existem empresas especializadas nesse tipo de serviço. E o valor pode ser bastante acessível, dependendo do perfil do local.

Motivos para fornecer wi-fi para clientes

A seguir, apresentamos algumas vantagens que a adoção de wi-fi pode proporcionar aos supermercados. Confira:

Agradar ao consumidor

Como já falamos neste texto, o brasileiro ama estar conectado. E dificilmente alguém iria se queixar caso houvesse a opção de utilizar internet gratuita para olhar as redes sociais ou conferir alguma informação na internet. Esse tipo de comodidade sempre foi visto com bons olhos — um exemplo é a rede de cafés Starbucks, que inaugurou essa prática — e certamente será um ponto positivo para os seus negócios.

Aumentar o tempo de visita

Quanto o assunto são compras, a conta é bem simples: quanto mais tempo a pessoa ficar, maiores são as chances de que ela acabe levando algum (ou alguns) item(s) a mais. Pensando nisso, investir em wi-fi para clientes é uma estratégia que, mesmo indiretamente, tem um grande potencial de aumentar o número de produtos adquiridos.

Coletar dados

Muitas empresas que prestam o serviço de conexão wi-fi configuram a internet para que os clientes só consigam se conectar após realizar um cadastro via Facebook ou Google. Isso acontece para que as empresas contratantes (como supermercados, por exemplo) consigam informações importantes sobre seus consumidores, como gênero, idade e endereço de e-mail.

Com esses dados, é possível criar promoções personalizadas e oferecer produtos que tenham mais apelo a cada tipo de perfil, o que pode contribuir para um crescimento de vendas.

Divulgar a marca nas redes sociais

Além da captação de dados, alguns provedores de internet pedem que os clientes façam check-in em sua rede social para divulgar que estão fazendo compras no estabelecimento. E esse tipo de publicação pode ajudar o local a ficar mais conhecido e incentivar a visita de novos clientes.

Wi-fi é sinônimo de modernidade

Além dos benefícios que mencionamos, locais que disponibilizam essa comodidade aos seus usuários são, em geral, vistos como mais modernos, pois esse recurso ainda é encarado pela maioria da população como uma característica adotada apenas por franquias estrangeiras — vide Starbucks.

Conclusão

Gostaria de fazer uma pesquisa para entender se a inclusão dessa funcionalidade seria boa para os seus negócios? Compartilhe este texto em suas redes sociais e pergunte a opinião de alguns contatos mais próximos. Provavelmente, eles te ajudarão a entender se o seu negócio já está estabelecido o bastante para contar o serviço de wi-fi para clientes!

Para saber mais sobre a Lumi Software e o que fazemos, visite o nosso website: www.lumisoftware.com ou fale com um de nossos consultores, clicando Fale com um de nossos consultores.