5 dicas para controlar e diminuir despesas operacionais na empresa

Entender como controlar e diminuir despesas operacionais na empresa é uma das formas mais eficazes para potencializar os lucros, bem como tornar o negócio mais sólido. Logo, será possível se destacar no mercado.

Existem, no entanto, algumas práticas que podem ser adotadas com esse propósito. É necessário: otimizar os processos existentes, eliminar custos não estratégicos e investir em tecnologias eficazes, por exemplo.

Pensando nisso, criamos um artigo especialmente para você. Hoje, vai entender como controlar e diminuir despesas operacionais na sua empresa. Continue a leitura e fique por dentro do assunto.

1. Otimize os processos diários

As diversas entregas de uma empresa são feitas por meio dos processos diários. Esses, por sua vez, devem acontecer com fluidez e harmonia, garantindo a redução de erros, desperdícios e conflitos ao longo do expediente de trabalho.

Para otimizar os processos, é preciso identificar e eliminar possíveis dificuldades. Também é importante investir em sistemas de gestão, eles auxiliam na melhoria do controle do que acontece na sua empresa.

2. Elimine custos não estratégicos

No livro “Dobre seus lucros: como reduzir os custos, aumentas as vendas e melhorar drasticamente os resultados de sua empresa”, Bob Fifer divide os custos em dois blocos: os estratégicos (capazes de gerar novos negócios) e os não estratégicos (necessários apenas para manter a empresa ativa) — foque na redução desse último tipo.

Como custo não estratégico, é possível destacar: salário do setor administrativo, energia, água e aluguel do ponto comercial. Busque eliminá-los ou reduzi-los significativamente, logo será possível ter uma maior margem de lucro operacional.

3. Renegocie valores com os fornecedores

Grande parte dos custos operacionais vem do próprio estoque da empresa, isto é, dos insumos adquiridos para venda. É preciso buscar por preços mais competitivos e renegociar os atuais valores com os fornecedores.

4. Envolva as equipes de trabalho

Alguns custos podem ser evitados com o maior envolvimento da sua equipe. Mostre a importância de zelar pelo bom uso das máquinas e de ter cuidado com os insumos, por exemplo.

Defina uma meta de redução de custos, depois envolva todo o time no seu alcance. Informe que, se a meta for atingida, parte do valor poupado será convertido em bônus ou que receberão alguma outra recompensa interessante.

5. Conte com um bom sistema de gestão

Um bom sistema de gestão contribui para integrar os diversos setores da empresa, manter os profissionais alinhados e atualizados sobre o que precisa ser feito. Sem um bom sistema de gestão, no entanto, perde-se tempo, produtividade e lucro. Em um mercado que demanda decisões cada vez mais rápidas e eficientes, é imprescindível contar com tecnologias de ponta.

Conclusão

Use as dicas aqui citadas para potencializar os lucros da empresa, tornando-a mais próspera e competitiva em seu respectivo segmento e, claro, não se esqueça de usar bons recursos tecnológicos para isso.

Agora que você já sabe quais caminhos seguir para reduzir as despesas operacionais do seu negócio, aproveite para deixar seu comentário. Conte-nos as suas dúvidas ou experiências sobre o assunto!

REFERÊNCIA: FIFER, B. Dobre seus lucros: como reduzir os custos, aumentar as vendas e melhorar drasticamente os resultados de sua empresa. Rio de Janeiro: Agir, 2012.

Para saber mais sobre a Lumi Software e o que fazemos, visite o nosso website: www.lumisoftware.com ou fale com um de nossos consultores, clicando Fale com um de nossos consultores.

Backup em nuvem: 3 mitos e 3 verdades para você saber mais sobre

Foi-se a era de discos rígidos externos, pendrives e CD’s, onde armazenávamos informações importantes que estavam correndo risco no computador pessoal. Entretanto, elas não podiam ser acessadas de qualquer lugar, caso você não estivesse com o dispositivo em mãos. Foi justamente aí que o backup em nuvem ganhou tanta força.

Esse mecanismo de retenção de dados tem se tornado cada dia mais utilizado, principalmente pela facilidade de acessibilidade em qualquer lugar do mundo que possua internet disponível e esteja conectado ao aparelho, tanto no ramo empresarial quanto doméstico. Porém, ainda há muitos mitos a serem solucionados e explicados em relação à essa tecnologia. Diversas pessoas deixam de usufruir desse sistema por desconhecerem seu funcionamento.

Pensando nessa situação, listamos os maiores mitos e verdades para sanar muitas dúvidas que rondam quem pretende usar ou já usa essa ferramenta. Confira!

1. Mitos

 

1.1. Backup em nuvem é inseguro

No universo tecnológico corporativista, muitos temem pela segurança de seus dados quando fazem backups de informações valiosas, contas e registros da empresa. E ninguém os confiaria a um serviço com falhas, não é mesmo?

segurança da criptografia em um backup em nuvem é de alto nível — entre 128 e 448 bits — e a chave de acesso entregue ao cliente é exclusiva, nem quem fornece os serviços em nuvem possui esta informação. Para garantir mais segurança, fique atento às especificações de seu provedor.

1.2. Backup na nuvem fica indisponível

Em algumas situações, o serviço de nuvem pode ficar inacessível. Para evitar essas situações você pode utilizar diferentes provedores de nuvens. O conceito de nuvem híbrida orienta a mesclar o armazenamento em nuvens públicas e privadas.

1.3. Backup em nuvem é lento

Muitos serviços da rede mundial de computadores podem limitar a velocidade da banda larga do lugar. Quanto mais pessoas utilizar a mesma rede, piora a disponibilidade do sinal. Começar a limitar a conexão para cada usuário ameniza o problema.

2. Verdades

 

2.1. Backup na nuvem possui baixo custo

Muitas vezes, as pessoas têm a ideia equivocada de que, por ser um serviço pago, o preço para adquirir o backup em nuvem será alto. Para muita gente, esse fato torna inviável sua utilização e contratação.

Acontece que, no decorrer do tempo, diversas empresas vêm surgindo e incrementando a competição entre elas. Com isso, tem ficado cada vez mais barato o custo-benefício dessa tecnologia.

2.2. Backup em nuvem serve também para pequenas empresas

Apesar de termos a impressão de que essa tecnologia é algo muito distante da realidade do usuário comum — por se tratar de uma ferramenta moderna e avançada —, e acharmos que somente as grandes empresas são capazes de utilizar esse recurso, as pequenas empresas também podem aplicar o backup em nuvem.

Além da proteção aos dados que o backup em nuvem oferece, ele ainda é veloz e dinâmico. Por funcionar de forma direta, sem necessidade de licenças, permite também uma economia significativa. Somente esses detalhes já cobrem o investimento sem esforço algum.

2.3. Backup na nuvem é simples

Atualmente, os serviços de nuvem voltados para usuários domésticos são muito fáceis de utilizar e instalar, sem a necessidade de ser um especialista para realizar a configuração.

As empresas de grande porte possuem suas próprias equipes de TI, que são capacitadas e preparadas para receber e controlar uma carga maior de informações no suporte de nuvem.

Visto isso, podemos entender que muitas das inquietações das pessoas se devem ao fato de não terem o conhecimento adequado dessa tecnologia. O backup em nuvem mostra-se como um diferencial simples e muito efetivo.

Quer saber mais?

Para entender ainda mais sobre Backup em nuvem, sugerimos o livro “Computação em nuvem” de Cezar Taurion. Além disso, siga-nos no YouTube e no Facebook para ficar por dentro de muitos outros conteúdos interessantes sobre o mercado!

“Clique e retire”: conheça essa tendência de mercado do varejo

Imagine a seguinte situação: você está em um e-commerce e vê um produto de que gosta por um valor muito camarada. Coloca-o no carrinho e está prestes a finalizar a compra quando leva um susto ao ver como o frete encareceu o preço final. Quem nunca, não é mesmo?

Pensando em contornar esse problema, muitas marcas que também administram lojas físicas — estratégia conhecida como omnichannel — estão adotando, em seus sites, a opção “clique e retire”, na qual o usuário pode optar por pegar o produto no local e não precisa pagar pelo frete.

Confira algumas vantagens do modelo “clique e retire”

Em alguns setores — como livrarias, por exemplo —, essa modalidade de compra já está bastante consolidada no país. Mas ainda são muitas as áreas que não conhecem a opção “clique e retire” e, por isso, deixam de aproveitar os benefícios que ela proporciona, tanto para os lojistas, que conseguem aumentar suas vendas, como para os clientes, que se sentem mais bem atendidos. Conheça alguns!

Eliminação do frete

É o fator que mais incentiva o consumidor a escolher pelo método, já que muitas vezes o frete chega a custar até mais do que o próprio item a ser comprado.

Retirada mais rápida do produto

Em geral, os produtos que se enquadram nessa modalidade de compra sempre estão em estoque em todas as unidades ou em locais próximos uns dos outros, o que faz com que, uma vez decidida a loja de retirada, o intervalo entre a compra e a liberação do item seja menor do que o tempo gasto para o despacho do mesmo pacote pelos Correios.

Sem problemas com a entrega

Quem mora em casa ou em um prédio sem porteiro costuma sofrer muito na hora de receber algo comprado pela Internet, já que, na maioria das vezes, é preciso que alguém assine um termo de entrega. Esse problema deixa de existir quando a retirada ocorre em uma loja física. Como o produto está “esperando” pelo comprador, ele pode ir buscá-lo no horário que for mais conveniente.

Aumento da conversão de vendas

O benefício de que tratamos apresenta uma vantagem direta para os lojistas que optam pelo “clique e retire”: a possibilidade real de aumento das vendas e maior fluxo de caixa.

A explicação é bem simples: ao ir à loja retirar o produto, as chances de que o consumidor aproveite que está no local para conferir outros itens que possam interessá-lo e, por consequência, realizar mais uma compra, são bem maiores. No momento da entrega do item comprado pela Internet, o atendente apresenta o setor da loja que tenha mercadorias parecidas.

Escolha um serviço que ajude a aumentar suas vendas

Como falamos acima, essa modalidade de venda contribui, de forma bastante significativa, para que a loja consiga aumentar suas compras on-line e as físicas, com redução de custos e otimização de serviços.

Caso você esteja pensando em adotar esse modelo, é importante analisar se o sistema de gerenciamento contratado consegue fazer a integração entre os pedidos feitos pelos clientes e a quantidade disponível em estoque, para evitar problemas.

Obtenha um suporte para suas dúvidas e um auxílio na automatização de processos

Não sabe se a versão que você usa é compatível com o sistema “clique e retire” ou ainda não tem certeza de que a sua empresa consegue absorver esse novo modelo de vendas nos negócios já existentes?

A Lumi Software dispõe de uma equipe de profissionais capacitados para entender as necessidades do seu negócio. Entre em contato conosco e ofereceremos todas as informações de que você necessita para tomar a melhor decisão para a sua empresa!

Sazonalidade no varejo: 4 dicas para as vendas nas férias de verão

Quem atua ou pensa em atuar no ramo varejista sempre encontra obstáculos e desafios constantes com os clientes, principalmente quando se trata de conhecê-los a fundo e de saber administrar a sazonalidade no varejo, que deixa o mercado mais aquecido em algumas épocas.

Essas vendas sazonais, que variam conforme determinados períodos do ano, acontecem por diversos motivos: questões comemorativas, promoções relâmpago, volta às aulas, troca de estações, entre outros. Isso leva ao gestor do estabelecimento a extrair o potencial de máxima efetividade dessas oportunidades e comportamentos.

Ainda existe o fato de que podem ser adquiridos conhecimentos sobre o impacto que determinadas ações causam, sejam os resultados positivos ou negativos. Com esse cenário, vamos mostrar e explicar algumas maneiras de aumentar as vendas nas férias de verão. Acompanhe!

1. Faça promoções exclusivas

Uma forma de atrair os clientes é oferecer novidades e promoções. O varejista precisa aproveitar os períodos de sazonalidade para “queimar” o estoque com preços atrativos e fazer com que o cliente permaneça na loja para conhecer os produtos.

Apesar de parecer uma ideia simples de ser executado, na prática, exige um bom planejamento e controle, principalmente do estoque. Esse plano precisa de um objetivo claro e que não vá comprometer a margem de lucro.

2. Pratique o marketing

Aproveite o período de sazonalidade para inovar em sua estratégia de marketing. Esse momento é marcado por maiores fluxos de vendas, crie um atendimento excepcional. Incentive seus colaboradores a compreenderem as necessidades do cliente antes de ofertar algum produto.

Além disso, apresente os produtos para o público de maneira concisa e chamativa, principalmente nas vitrines da loja. Isso deve ser feito em três momentos cruciais: antes da época de venda sazonal, durante o período e depois dele. Dessa forma, o empreendimento vai reforçar as propagandas e ainda firmar um bom relacionamento com a clientela.

3. Capacite sua equipe

Prepare seus colaboradores para o período de sazonalidade. Em muitos casos, a demanda aumenta consideravelmente, portanto, é preciso treiná-los para agir com eficiência e qualidade ao longo do período.

Incentive sua equipe com treinamentos e capacitações, focando no bom atendimento e no relacionamento com o cliente.

4. Controle seu estoque

Para toda época de alta no mercado, existe algo que se destaca, tendo mais rotatividade nos estabelecimentos pela procura dos clientes. Então, o melhor a ser feito é ficar atento para que esses produtos essenciais não acabem, pois se o estoque esgotar, poderá haver perda de clientes e vendas.

Esse controle pode ser feito de várias maneiras, uma delas é conhecendo bem o perfil das pessoas que compram na loja. Outra coisa que pode ser feita é um giro nos produtos parados há algum tempo no estoque.

E aí, leitor? Gostou de aprender sobre sazonalidade no varejo e seus truques? Então aproveite para descobrir agora como cupons de desconto podem aumentar as suas vendas e fique mais antenado nesse assunto!