4 dicas úteis para fazer backup na empresa

Não é de hoje que a segurança da informação é uma das prioridades das empresas. Seja para manter ideias e projetos longe dos concorrentes ou garantir o sigilo das informações dos clientes, as organizações precisam investir em atividades e tecnologias que não só protegem, como também armazenam os dados de um negócio, como a prática de fazer backup.

Realizar backups é um procedimento fundamental para evitar perdas de informações relevantes do empreendimento e garantir que, em momentos de problemas, os dados estejam salvos e possam ser recuperados. Entretanto, um bom armazenamento de informações deve ser feito seguindo orientações, assegurando que nada será feito de forma errada.

Pensando nisso, listamos 4 dicas para fazer backup dos dados do seu negócio, aumentando as chances de garantia das informações da sua empresa.

1. Use diferentes métodos de arquivamento

A primeira dica é adotar o uso de diferentes métodos de arquivamento dos dados da empresa. Essa prática amplia a proteção das informações e facilita o acesso para os arquivos criados em backup.

Todo equipamento usado para guardar as informações, sejam CDs, DVDs, pen drives ou HDs externos, possuem riscos e chances de apresentarem problemas. Dessa forma, o ideal é realizar mais de um backup, em diferentes dispositivos, garantindo que os dados ficarão salvos em casos de adversidades.

2. Faça backup em nuvem

A segunda dica é fazer backup de informações em nuvem, ou seja, usar softwares e soluções que mantenham seus dados na internet e podem ser acessados por diferentes dispositivos conectados à rede.

Essa prática é cada vez mais comum no mercado e proporciona diversos benefícios. Além da facilidade de acesso, essas soluções oferecem um espaço de armazenamento enorme e usam as principais e mais avançadas opções de segurança, garantindo uma proteção adequada para a empresa.

3. Estabeleça níveis de acessos internos

Outra prática importante é estabelecer níveis de acessos internos, definindo senhas e até mesmo limites de funcionalidades para cada membro do time. Alguns sistemas e softwares permitem que o gestor defina o nível de acesso que cada funcionário possui.

Dessa forma, as informações mais importantes não podem ser vistas por qualquer pessoa. Essa prática aumenta a segurança dos dados.

4. Use softwares de gestão

Adicionalmente investir em softwares de gestão é indicado não só para facilitar o processo de armazenamento de dados, uma vez que eles realizam esse processo de forma automática e padronizada. Esses sistemas também auxiliam na captação de um maior número de informações e no seu uso para a tomada de decisão mais assertiva por meio de relatórios personalizados para a gestão.

Bons softwares de gestão apresentam diferentes módulos que integram as áreas de negócio, coletando e armazenando todas as informações relevantes da empresa.

A importância das boas práticas

O processo de backup é superimportante para qualquer negócio. Para que ele seja feito da melhor forma, é necessário adotar boas práticas e procedimentos que garantam sua boa execução, como os que citamos neste artigo!

Agora, que você já sabe como fazer backup com segurança e eficiência no seu negócio, confira 5 tendências de varejo para 2018 e garanta melhores resultados para a empresa! Fale com um de nossos consultores.

Ebook – Guia prático sobre o BI e como aplicá-lo na sua empresa

Atualmente, com a era da revolução digital, inovações tecnológicas, mercado de trabalho mais exigente, competitivo e selvagem e a necessidade de excelência nos serviços prestados, independentemente da área abrangida, criou-se a tendência de novos processos, metodologias e ferramentas para se explorar ao máximo a produtividade e eficiência da empresa.

Para receber nosso material faça o download grátis

Clique aqui

Comunicado sobre horário de verão!

É de extrema importância que o seu sistema operacional Windows esteja atualizado com o novo horário de verão para operar normalmente com NFC-e.

Em diversos estados brasileiros (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Distrito Federal), o horário será atrasado em 1 hora no próximo Domingo (18/02/2018), para que fiquem sincronizados com o horário oficial do Brasil.

IMPORTANTE: É necessário que seu estabelecimento garanta que seu SERVIDOR GUARDA, GERENCIAL e PDVs, estejam corretamente marcado a opção de atualização de horário de verão (“Ajustar automaticamente para horário de verão”).

Os computadores com Windows geralmente são atualizados automaticamente, como afirma a própria Microsoft, porém somente as máquinas com a atualização em dia terão a mudança garantida pela Microsoft.

Segurança de dados: como se proteger dos ataques cibernéticos?

Os ataques cibernéticos, infelizmente, ainda são muito comuns e fazem parte do “lado negro” da internet, podendo trazer muita dor de cabeça. Por isso, pensar em soluções que reforcem a segurança de dados faz parte do dia a dia de quem procura se prevenir.

Pensando nisso, separamos um conteúdo bastante pertinente sobre a segurança de dados e sobre como se proteger desses ataques. Então, se você se interessou e quer saber mais, continue a leitura e aproveite.

Sequestro de dados

Como o objetivo final de quem comete esse crime é conseguir dinheiro, o roubo de dados costuma ser uma forma de ataque bastante utilizada. Isso acontece quando os hackers conseguem acesso às informações de valor e as extraem do banco de dados original, impedindo que o verdadeiro dono consiga ter acesso a elas.

A prática mais comum para a execução do sequestro de dados é o uso de um ransonware, nome dado ao tipo de software nocivo que restringe o acesso à máquina infectada da vítima até que ela pague pelo resgate (ranson, em inglês) do seu equipamento.

De acordo com dados do FBI, aproximadamente 3 bilhões de reais foram pagos em resgates a máquinas infectadas por algum tipo de ransonware, o que dá uma ideia da gravidade do problema.  Em geral, o ataque ocorre por meio de um e-mail malicioso — como os que se passam por bancos e solicitam o download de um suposto programa de proteção —, ou websites.

E como é possível se precaver?

Apresentaremos abaixo 5 atitudes utilizadas para aumentar a segurança de dados da sua empresa, por isso, fique atento a todas elas.

1. Invista em um software com um bom sistema de segurança

Da mesma forma que uma casa sem boa estrutura não é um local confiável, uma empresa que não conta com um software de segurança com um padrão rigoroso de atualizações fica muito mais exposta a vulnerabilidades.

Para entender quais são as soluções mais atualizadas do mercado, converse com especialistas de outras empresas e a da Lumi Software, leia matérias e faça comparações de preços. Com um pouco de pesquisa, rapidamente se encontra o produto que melhor se ajuste às necessidades do seu negócio.

2. Desenvolver uma política de segurança da informação

Como ocorre em quase todas as áreas, a grande maioria das falhas acontecem devido a erro humano, muitas vezes por falta de informação. Como diz o ditado: conhecimento é poder.

Portanto, desenvolva uma política de segurança da informação, explicando aos colaboradores as principais ameaças que podem ser encontradas — no mundo físico ou  na web — e como eles podem se prevenir.

3. Instruir os funcionários e incentivar a adoção da política

Com a política criada, a estratégia é fazer com que todos leiam, compreendam e apliquem o que está no documento. Para isso, todas as lideranças precisam estar de acordo com as normas da política, executá-las e incentivar seus subordinados a fazer o mesmo.

É possível que, dependendo da área, alguma flexibilidade no acesso ou download de arquivos precise existir. Nesses casos, é sempre importante alinhar com o gestor a explicar aos colaboradores o porquê da exceção.

4. Realizar periodicamente os updates de segurança

Efetuar as atualizações recomendadas pelo próprio sistema operacional ou pelo software de segurança é uma prática importante para garantir que sua máquina esteja o mais protegida possível de ataques externos.

Reforce com a equipe de TI a importância de atualizar todas as máquinas e procure desenvolver essa consciência dentro da empresa, para que a prática seja vista como uma forma positiva.

5. Bloquear o download automático

Uma dica prática, mas não menos importante, é configurar todas as máquinas para evitar o download automático de arquivos no navegador. Muitas vezes, o vírus entra por meio dessa transferência e o usuário, sem perceber que não baixou o arquivo que esperava, acaba executando-o e ativando a ameaça.

Apresentamos acima algumas dicas para aumentar a segurança e conscientização da empresa sobre as formas mais comuns de ataques cibernéticos e como eles podem ser reduzidos.

Horário de Funcionamento durante Carnaval

Segue nossa programação para o Carnaval:

SUPORTE TÉCNICO, ÁREA COMERCIAL e FINANCEIRA: 

Segunda-Feira – 12/02/2018 – Carnaval – Não haverá expediente, atendimento através do nosso Portal de atendimento WEB – abertura de chamado

Terça-Feira – 13/02/2018 – Carnaval – Não haverá expediente, atendimento através do nosso Portal de atendimento WEB – abertura de chamado

Quarta-Feira – 14/02/2018 – Cinzas – Expediente volta as suas atividades normais a partir de 14:00h.

 

 

 

Entenda como aplicar a customização em massa no varejo

Se os clientes querem produtos e serviços personalizados, feitos sob medida, mas você não pode elevar os custos de produção para atendê-los, a customização em massa pode ser uma saída inteligente para o seu negócio, representando um meio-termo.

À medida que os clientes se tornam cada vez mais exigentes, as empresas são pressionadas a responderem rapidamente a demanda, o que nem sempre significa que elas o fazem da maneira correta. Por isso, explicaremos hoje o que é a customização em massa, por que você deve adotá-la no varejo e como aplicá-la, na prática. Confira!

O que é customização em massa?

Trata-se de fazer alterações em um produto ou serviço para satisfazer um determinado grupo de consumidores. As customizações podem ser pequenas, como a oferta de diferentes sabores ou cores, ou mais complexas, como o desenvolvimento de um produto completamente novo para uma base de clientes específica.

A ideia é dividir a produção atual em novos grupos, combinando a personalização e a flexibilidade com as técnicas de produção em massa. Assim, cria-se um novo nível de produção em massa, podendo manter o custo unitário baixo.

Por que a customização em massa é tão importante para o varejo?

A maioria dos produtos e serviços criados com base no modelo de customização em massa começa com um pacote básico que os clientes podem aprimorar, adicionando, excluindo ou alterando ferramentas, recursos, funcionalidades e características para atender as suas necessidades ou desejos.

Isso dá maior flexibilidade ao cliente para moldar o produto ou serviço ao seu modo, pagando um preço justo por ele.

Para o lojista, a grande vantagem é a possibilidade de entregar um produto ou serviço sob medida, mantendo os custos baixos. Oferecer o mesmo produto com várias versões atende necessidades mais específicas do cliente, podendo fidelizá-los com maior facilidade.

Essa é uma tendência que deve impulsionar a adaptação dos negócios à nova era digital e estreitar o relacionamento com o cliente.

Como aplicar a customização em massa no varejo?

Trabalhar uma estratégia de customização em massa na loja não é difícil. Tudo vai depender de um estudo e da análise de comparação entre o que o cliente precisa ou deseja e as possibilidades de personalização dos produtos e serviços oferecidos. Veja alguns exemplos para praticar:

Identifique os padrões que viabilizam a customização

Pesquise e analise as necessidades e desejos mais comuns dos clientes, buscando encontrar um ou mais padrões que possibilitem a personalização dos produtos e serviços em mais de uma versão para atendê-los adequadamente.

Forme um grupo de clientes segmentado

Na hora da personalização, não foque apenas em um cliente. Separe grupos de clientes que compartilham das mesmas necessidades e desejos. Assim, você pode criar uma nova linha de produtos e serviços, porém customizados para esse grupo.

Segmente os produtos e serviços

O próximo passo é segmentar os produtos e serviços na loja. Você pode ter uma estante inteira destinada à venda de sabão em pó, mas subdividi-la por categorias, dispondo, por exemplo, os produtos com e sem alvejante em prateleiras separadas.

Digamos que um grupo grande de pessoas goste de comprar sabão em pó puro e o alvejante separado. Vale a pena montar uma prateleira com essa combinação para atendê-los. O resultado pode ser um aumento expressivo nas vendas.

Cada loja é diferente e tem clientes com necessidades e desejos específicos. Por isso, deve ser feito um estudo bem detalhado para encontrar as melhores oportunidades em cada caso. Então, não perca mais tempo e dinheiro. Comece hoje mesmo uma estratégia de customização em massa no seu negócio e alcance resultados surpreendentes.

Essa informação foi útil para você? Que tal compartilhá-la com seus amigos nas redes sociais? Eles vão adorar e agradecê-lo pela consideração.