Como avaliar uma venda perdida no varejo?

De fato, colocar no papel o custo de uma venda perdida não é uma tarefa muito agradável. Ninguém gosta de contabilizar os prejuízos pela não efetivação de uma negociação. E isso, é claro, não seria diferente para uma empresa de vendas no varejo.

No entanto, esse cálculo precisa ser feito para compreender melhor o cenário e traçar estratégias de sucesso para fechar mais negócios.

Neste artigo, falaremos sobre a importância de se avaliar uma venda perdida e como essa análise ajuda na correção de eventuais erros na estratégia do negócio.

Quer reduzir o número de negócios perdidos? Então siga com a leitura e saiba como!

Entenda quanto custa uma venda perdida

Antes de mais nada, é importante saber que, normalmente, 60% dos clientes que entram em um comércio não efetivam a compra — veremos mais adiante os principais motivos de desistência.

Acompanhar algumas métricas, como a Taxa de Conversão (para clientes novos) e a Taxa de Satisfação do Cliente (para clientes recorrentes) é fundamental para medir esses números com maior precisão.

Com esses dados em mãos fica fácil perceber que cada venda perdida representa uma oportunidade de lucro desperdiçada. Logo, quando mais da metade das vendas não se concretizam, a empresa perde metade do lucro que poderia ter.

Reverter esse cenário se torna fundamental. E é sobre isso que falaremos a seguir.

Ofereça um bom atendimento ao cliente

Entre as vendas perdidas, 30% ocorrem por causa do vendedor — seja por falta de preparo do profissional ou porque o cliente simplesmente não simpatizou com ele.

Para reduzir esse percentual, acompanhe a Taxa de Reclamação, dê treinamentos de vendas e mostre para o vendedor a importância de ser agradável e atencioso com os clientes.

Agindo assim, você terá clientes mais satisfeitos. E, como você já deve ter imaginado, isso trará um impacto positivo nas suas vendas.

Tenha um bom gerenciamento do negócio

Outros 30% se referem à má gestão da empresa ou ao simples fato do comprador estar apenas pesquisando preços e produtos sem intenção de compra.

Na fatia que cabe à empresa, é importante ressaltar que a falta de alinhamento entre os setores, a adoção de estratégias infrutíferas, desatenção às principais métricas, dentre outros fatores podem refletir drasticamente nos resultados.

Nesse sentido, uma boa solução seria a utilização de softwares que funcionam de forma integrada e tornam todo o processo de planejamento e administração mais simplificado e assertivo.

Desse modo, o desenvolvimento das vendas também se beneficia com a otimização das ações que reduz o percentual de negócios perdidos.

Recupere clientes perdidos agora mesmo

Ao perceber que um cliente preferiu fechar negócio com a concorrência, não se deixe se abater.

Se esse cliente já fez negócios com a sua empresa no passado e você possui os dados de contato, retome o relacionamento por meio de e-mails, deixando claro que você pretende se esforçar para recuperar a preferência e a confiança dele. Elabore estratégias e ações promocionais personalizadas para trazer esse cliente de volta para o seu negócio.

Entender o impacto negativo das negociações perdidas e criar táticas para reduzi-las é fundamental para a sua empresa se manter forte e buscar o crescimento.

Gostou deste artigo que detalhou como avaliar uma venda perdida no varejo? Então leia o nosso post que aponta quais os principais KPIs para medir no varejo!

Para saber mais sobre a Lumi Software e o que fazemos, entre em contato com um de nossos consultores clicando aqui.

Ebook: Lumi Cloud – Virtualizar para sobreviver – Levando seu Software para a Nuvem

A tecnologia é consagrada por sua evolução. O que no ano passado era uma novidade, no seguinte já está defasado. Ela vem para resolver problemas, provendo o ganho de eficiência em diversas áreas empresariais.
A virtualização chega como processo evolutivo tecnológico, com o intuito de acompanhar o avanço da sociedade, cada vez mais voltada à mobilidade, excluindo barreiras, facilitando o acesso às informações, reduzindo custos e, consequentemente, trazendo mais vantagem competitiva aos negócios.

Para receber nosso material faça o download grátis clique aqui.

Ebook: Verbas de fornecedores: um guia completo sobre essa prática.

Gerenciar negócios no varejo é sempre um grande desafio: são muitas as variáveis que devem ser observadas para garantir o sucesso do empreendimento e o gestor deve estar atento às tendências do mercado, às exigências dos clientes e às questões financeiras, buscando constantemente formas de se destacar, aumentando a cartela de compradores e, consequentemente, o volume de vendas.

Nesse cenário, é muito importante contar com parceiros de confiança, que trabalham em conjunto com a empresa em busca de resultados que são interessantes e relevantes para ambas as partes. E os fornecedores podem ser ótimos aliados no processo de crescimento, desde que a construção da parceria se dê de forma transparente e bem estruturada.

Para receber nosso material faça o download grátis clique aqui.

 

Atenção: Possível Parada Sefaz RS e Sefaz-Virtual do RS

RECEBEMOS O ALERTA DE UMA POSSÍVEL PARADA: No dia 14 de maio de 2017, das 07h às 11h, provavelmete será realizada uma parada técnica nos sistemas de autorização de documentos fiscais eletrônicos dos ambientes do RS e da Sefaz-Virtual do RS (SVRS).

Caso ocorra, a indisponibilidade se dará em todos os serviços, autorização e relacionados, dos sistemas de NF-e, NFC-e, CT-e e MDF-e, afetando tanto os contribuintes do RS quanto os contribuintes das UF participantes da SVRS.

Durante este período estarão disponíveis a Sefaz Virtual de Contingência do Ambiente Nacional (SVC-AN), para NF-e, e a Sefaz Virtual de Contingência de SP (SVC-SP), para CT-e.

 

 Referências:

 Site da Receita

 

 

 

Entenda como a Business Intelligence pode ajudar o varejo!

Por décadas, o Business Intelligence (BI) foi algo reservado apenas para as grandes multinacionais do varejo, que o usavam principalmente para fins de análise financeira e produção de relatórios simples. Nos últimos anos, tudo isso mudou.

Atualmente, ele contribui para que empresas de todos os tamanhos aumentem a eficiência operacional, melhorem a relação custo-benefício e consigam uma clara diferenciação competitiva em ambientes de negócios cada vez mais competitivos.

Neste artigo vamos mostrar a você como se beneficiar das soluções de Business Intelligence e seus impactos positivos em diferentes aspectos do varejo. Boa leitura!

Previsão e planejamento com Business Intelligence

A capacidade de prever os desejos, necessidades e comportamentos dos clientes e relacionar essas informações com os produtos que você tem nas prateleiras: eis a chave para o sucesso no setor varejista.

Com uma solução de Business Intelligence, você pode analisar o histórico de compra dos seus clientes e identificar padrões que o ajudarão a antecipar futuras tendências de compras. Isso, por sua vez, levará a estratégias de marketing mais precisas e a um melhor gerenciamento de estoque em todos os pontos de venda.

Gestão de preços e custos

Encontrar o equilíbrio ideal entre a precificação dos produtos e os custos pode ser um grande desafio. Os produtos devem ser precificados para gerar a máxima lucratividade possível, e os que ficam parados no estoque merecem cuidados redobrados. Ou seja, é mais rentável reduzir drasticamente os preços, transferi-los para outras lojas ou deixá-los ocupando espaço nas prateleiras, esperando que alguém os compre?

O Business Intelligence facilita a realização desse tipo de análise, para que você possa antecipar os resultados de cenários específicos e, consequentemente, tomar decisões melhores e mais bem informadas.

Promoções

As ferramentas de BI permitem uma visão aprofundada sobre quem está comprando, o que estão comprando, como estão pagando e outros elementos essenciais para estruturar promoções que atinjam seu público-alvo com precisão, aumentando o retorno sobre investimentos realizados. Esse é o primeiro passo para o fortalecimento da marca e um melhor posicionamento no mercado.

Não só as aplicações de Business Intelligence no varejo são praticamente infinitas, como também são inúmeras as ferramentas que sua empresa pode escolher. Embora as necessidades variem muito e dependam do tamanho do negócio e do escopo das operações, há 2 recursos essenciais que sua empresa obterá ao escolher uma solução de BI. São eles:

  • acesso a dados em tempo real: uma empresa deve ser ágil na tomada de decisões. Informações desatualizadas podem levar a escolhas ruins, afetando vendas, reposição de recursos, produtividade das equipes e outras funções críticas;

  • integração: uma solução de Business Intelligence, para ser efetiva, precisa acessar e combinar informações de todas as suas fontes de dados, tais como transações de vendas, crédito interno, compras de mercadorias, gerenciamento de preços e CRM etc.

Desempenho de vendas

Quais lojas estão cumprindo suas metas, e quais não? Quais produtos estão vendendo e quais não saem das prateleiras? Você precisa de informações para entender o que está funcionando e o que não está indo bem em seu negócio — e o Business Intelligence pode providenciá-las.

Armado com essas informações, você identificará rapidamente lojas, produtos e colaboradores de baixo desempenho — e poderá tomar medidas corretivas imediatas.

Gostou do nosso artigo? Então, confira nosso guia prático para otimizar processos na sua empresa de varejo!

Calendário de Promoções Lumi Scanntech – Mês de Maio

Venha participar das promoções regulares, organizadas e financiadas pelas principais industrias do Brasil, desenhadas especialmente para clientes participantes do Clube de Promoções Lumi Software!

Não perca tempo, entre agora em contato com um de nossos consultores, clique aqui. Caso já faça parte desse clube, aproveite as promoções incríveis para o mês de Maio!

 

 

6 tecnologias para varejo que você precisa conhecer!

Se engana quem pensa que o setor varejista ainda é o mesmo de alguns anos atrás. Com a vinda das lojas virtuais e as recentes inovações no campo do consumo, o “varejo presencial” se viu diante de um cenário que o obrigou a uma reestruturação no que diz respeito à gestão de processos. Por isso, as tecnologias para varejo ganham cada vez mais espaço, já que contribuem positivamente para diversas áreas do negócio.

Quer saber mais? Então continue a leitura e veja 5 tecnologias para varejo que certamente trarão benefícios para sua empresa! Está pronto?

1. Software de conciliação de cartões

A utilização dos cartões de crédito ou débito como forma de pagamento já é uma preferência entre a maioria dos consumidores, e isso é facilmente observado no dia a dia de qualquer estabelecimento comercial.

Mas diante dessa realidade, as empresas precisam encontrar uma maneira de controlar se:

  • os recebimentos estão corretos;

  • a taxa de aluguel dos PoS (maquininhas) está sendo cobrada corretamente;

  • as operadoras não deixaram passar nenhuma transação;

  • as taxas aplicadas sobre as vendas estão de acordo com o negociado em contrato;

  • ocorreram chargebacks (cancelamentos).

E a melhor maneira de fazer isso é por meio de um software de conciliação de cartões.

Resumidamente, essa tecnologia faz uma verificação detalhada de todas as transações que envolvem os cartões, comparando os extratos de venda da sua empresa com os registros das operadoras.

Além disso, essa conciliação permite que uma divergência seja reconhecida de imediato, o que favorece o ajuste do problema.

2. TEF – Transferência Eletrônica de Fundos

Ainda em relação aos cartões, a opção de aceitá-los teoricamente visa simplificar a realização das vendas. No entanto, devido a tanta burocracia, o que acontece pode ser o oposto.

A questão é que há diferentes tipos de cartão de crédito ou débito, e cada um deles exige uma configuração específica. Isso resulta em mais maquininhas (PoS — Point of Sales) e também exige o pagamento das tarifas separadamente, o que deixa os processos mais complexos.

Contudo, com uma solução em TEF, tudo é integrado em um sistema só, sendo possível contratar uma solução completa, com máquina, software de controle, conexão segura e datacenter.

3. Cotação de preços da concorrência

Para ser mais competitivo no seu ramo de atuação, é de extrema importância que você esteja por dentro da precificação da concorrência. E o modo mais eficiente de fazer isso é por meio de um software que permita a comparação dos valores praticados por você e pelos concorrentes.

As vantagens dessa tecnologia permitem que você defina estratégias mais acertadas e direcionadas a uma linha de produtos específica, por exemplo, sem contar que com informações como essas seu poder de negociação sobre os fornecedores aumenta.

4. Validação tributária do cadastro de produtos

Observar as regras tributárias dos produtos é imprescindível para qualquer negócio, mas para setores como o supermercadista, por exemplo, o cuidado deve ser ainda maior.

Em razão de uma infinidade de categorias que podem ser comercializadas, é necessário contar com um sistema de validação do cadastro de produtos que interprete-os conforme com as normas fiscais.

Isso impede que uma autuação fiscal afete as finanças do seu negócio, como também evita que você pague mais tributos do que deveria.

5. Armazenamento em nuvem

Você já imaginou o tamanho do problema se todas as informações referentes a sua empresa desaparecessem? Pois é, a dor de cabeça seria imensa. Mas, graças a tecnologia de armazenamento em nuvem essa possibilidade está descartada.

Essa solução guarda seus dados em servidores terceirizados altamente capazes, com backups automáticos a cada novo movimento realizado em seus sistemas.

Além disso, o custo de manutenção é zero e os valores para ter o recurso disponível são irrisórios tendo em vista as vantagens dessa tecnologia.

6. Clube de Promoções

Já pensou em realizar promoções em sua empresa sem tirar um real do bolso?

Aumentar suas vendas realizando promoções ao consumidor final e ser reembolsado pela indústria? Hoje isso é possível por meio de empresas que fazem essa ponte diretamente da indústria para o seu comércio.

Como funciona:

  • sua empresa de software instala a tecnologia no seu PDV do clube de promoções;

  • você escolhe as promoções que deseja participar em um calendário oferecido mensalmente;

  • caso tenha aceito a promoção aparecerá automaticamente no seu PDV;

  • prepare-se para o período promocional abasteça seu estoque, divulgue e venda);

  • ressarcimento da promoção será feito em conta-corrente.

Para concluir, considere que as tecnologias para varejo são ferramentas que contribuem para o crescimento do seu negócio. No mundo atual em que vivemos é preciso estar atento às inovações do mercado para atender as exigências do consumidor.

Gostou do nosso artigo? Quer saber ainda mais? Então baixe gratuitamente o nosso Guia Prático: Otimize Processos na sua Empresa de Varejo!