Saiba como reduzir o estoque para otimizar custos

O estoque pode ser considerado como o coração de uma empresa e, por isso mesmo, se ele tiver algum problema as repercussões podem ser consideravelmente sérias. Dentro desse contexto, um bom conhecimento do acervo pode melhorar os processos e até mesmo otimizar custos.

No entanto, muitos gestores não sabem como fazer essa administração de maneira adequada e acabam amargando prejuízos desnecessários. Para que isso não aconteça no seu negócio, não deixe de ler as dicas que preparamos no conteúdo a seguir. Confira:

Aposte na previsão de demandas

A previsão de demandas é uma das metodologias mais eficientes para gerir o estoque e otimizar custos. Você pode utilizá-la com eficiência se baseando no desempenho anterior e obtendo alguns parâmetros que vão contribuir para que a empresa trabalhe com uma quantidade adequada de produtos, sem o risco de ficar desabastecida.

Para fazer isso do jeito certo, existem alguns cálculos interessantes. Você não pode se esquecer de considerar algumas variáveis como a sazonalidade e datas comemorativas. Porém, em linhas gerais, uma média aritmética do consumo dos últimos seis meses contribui para ter uma excelente noção do que esperar no mês atual.  

Conheça o método “just in time”

O método “just in time” é outra alternativa para quem deseja reduzir o estoque e otimizar custos. A tradução do termo em inglês pode ser entendida como “em cima da hora” ou algo simular. Como o próprio nome diz, a ideia é trabalhar de acordo com a demanda, só dando início à reposição após finalizar a venda do produto.

No entanto, é preciso tomar algumas atitudes antes de adotá-lo, para não correr o risco de ficar descoberto. Primeiro, você deve ter uma boa noção da média de consumo das suas mercadorias, de forma a ter uma reserva de giro. Depois, uma relação de confiança com os fornecedores é essencial, pois se eles atrasarem, você pode deixar o cliente na mão.

Integre suas equipes

Um dos grandes erros que muitas empresas cometem é justamente a falha em integrar funcionários e equipes. Isso resulta não apenas em processos mais lentos, mas também na dificuldade de transmitir informações e na maior necessidade de retrabalhos, o que evidentemente acarreta em prejuízos.

Os departamentos de venda e estoque, por exemplo, precisam estar em perfeita consonância. Se um produto está em falta no acervo, o vendedor não pode oferecê-lo para o cliente.  Já quando uma mercadoria tem uma compra volumosa e o colaborador do estoque não fica sabendo de imediato, a reposição pode ser mais lenta do que deveria.

Adote um software gerencial

Gestores dinâmicos e modernos não podem hesitar em implementar soluções tecnológicas nos seus negócios. Diante dessa realidade, um software gerencial pode ajudar sensivelmente a tornar o seu estoque mais eficiente, melhorando o controle financeiro, reduzindo os riscos de prejuízos e, obviamente, otimizando os custos.

Esses programas são uma verdadeira revolução na administração do acerto, dando muito mais exatidão para as equipes. Todas as informações relevantes são digitalizadas e centralizadas em um só local, facilitando a tomada de decisões e permitindo um melhor planejamento para empresas que compram e vendem mercadorias.

E agora, já sabe como reduzir o estoque para otimizar custos? Veja também nosso ebook Como reduzir custos sem perder a qualidade! 

Para saber mais sobre a Lumi Software e o que fazemos, visite o nosso website: Lumi Software.

Lumi Software tem crescimento real de 19% em 2016

Demos adeus ao ano de 2016, um ano que foi muito ruim para os varejistas do país. Mas a Lumi Software conseguiu um desempenho extremamente satisfatório, excedendo as metas esperadas. Em 2016 a Lumi ultrapassou a marca de 1.800 PDVs instalados e 7 mil usuários, tendo um crescimento de 19% acima da inflação no seu faturamento.

 

Este resultado vem do empenho da empresa na implementação de várias ações, como uma nova área de comunicação, que tem usado intensivamente as mídias sociais e o email. Lançamos 4 E-books e 48 artigos em nosso blog com assuntos de interesse dos lojistas. Simplificamos o acesso a nossa área de material educacional e criamos novos vídeos explicativos.

 

Nossa equipe comercial conseguiu atingir a marca de 30% de crescimento no número de novas lojas no DF e GO,  fora outros avanços. Implantamos uma área de consultoria muito mais eficiente reduzindo o tempo de virada de loja que era de 107 horas para apenas 50 horas em média.

 

Trouxemos novas soluções nas áreas de conciliação eletrônica de cartões de crédito, promoções bancadas pela industria e operação do SAC Gerencial em nuvem.

 

Estamos à trabalhar em outras grandes novidades para 2017 e esperamos que seja um ano ainda melhor para nós e para os lojistas de todo o Brasil.

                  

Veja como a automação por meio do omnichannel pode melhorar o atendimento aos seus clientes

A estratégia do Omnichannel consiste na integração das diversas plataformas oferecidas ao cliente (Loja Física, Site, aplicativo, SAC, redes sociais, entre outras). O foco está na experiência do cliente, utilizando uma base de dados integrada que ofereça as todas as informações referentes ao consumidor.

Pensando nisso, resolvemos falar sobre como a automação pode ajudar a aprimorar o relacionamento com seus clientes. Continue com a leitura e confira agora mesmo!

A automação por meio do Omnichannel oferece integração dos diversos canais

O primeiro passo para conseguir aplicar o omnichannel é contar com um software que permite a integração das operações. Ou seja, possuir uma base de dados unificada, que permite acessar todas as informações a respeito do consumidor e oferece um atendimento padrão.

Com isso, independentemente de o cliente utilizar o telefone, e-mail, ou comparecer à loja física, por exemplo, todas as suas informações estarão disponíveis da mesma forma, fazendo com que o atendimento seja direcionado de acordo com suas preferências.

Possibilita uma visão mais específica de cada consumidor

A automação e integração permite registrar cada detalhe dos clientes: desde a quantidade de vezes que faz contato com a empresa e por meio de quais canais, até qual é o seu comportamento de compra.

Isso permite criar perfis mais precisos e desenvolver estratégias de comunicação, promoção e relacionamento mais precisas.

Auxilia na previsão de comportamento e preferências

Como a coleta dos dados permite uma visão mais detalhada dos clientes, ela também proporciona a criação de perfis de comportamento. Por exemplo: é possível saber em quais horários os contatos são realizados, se ele possui uma postura mais irritada, se prefere ser chamado pelo nome ou como senhor(a), entre outras coisas.

Vale lembrar da importância desses detalhes ao oferecer um atendimento mais direcionado, de acordo com as preferências dos clientes.

Permite realizar um cruzamento de dados

O levantamento de todas as informações dos clientes pode ser feito, auxiliando no cruzamento dos dados que vão permitir identificar padrões e criar estratégias em massa. Ou seja, possibilita a segmentação dos clientes em perfis mais específicos e desenvolver ações que serão mais acertadas para cada grupo.

A utilização de um sistema de gestão integrado torna essa captação e organização automatizada, o que aumenta a confiabilidade e a agilidade na execução do processo.

Auxilia na geração de relatórios mais detalhados

Além do cruzamento dos dados, a utilização de um sistema também proporciona a geração de relatórios detalhados a respeito de cada atendimento realizado.

Essa é uma das maneiras mais eficazes de se entender o comportamento dos clientes e, conseguir isso é uma necessidade urgente, já que é o caminho principal para oferecer uma experiência de compra diferenciada e fazer com que o seu consumidor se torne o seu maior divulgador.

Identificar e satisfazer as necessidades dos clientes deixou de ser diferencial e se tornou uma das premissas mais básicas para o sucesso de qualquer negócio. Hoje, por meio do Omnichannel é possível ir mais além e modificar a forma como as empresas se relacionam com seus consumidores.

Só é necessário lembrar da importância da automação e integração para que essa estratégia seja bem-sucedida.

Leia também nosso Ebook para saber se  O que é Omnichannel e como ele integra a comunicação Para contato com um de nossos consultores clique aqui.

Otimização de estoque: saiba como reduzir os custos

Engana-se o empreendedor que pensa no estoque apenas como um depósito de produtos e insumos. Manter esse setor funcionando perfeitamente é o que permitirá manter a qualidade na prestação de serviço — se um cliente entra no seu supermercado procurando um produto e você não o tem em estoque, pode quebrar a confiança do comprador na empresa.

Para manter seu estoque abastecido com os itens necessários e economizar dinheiro, é preciso ter organização e saber comprar. Quer aprender mais? A gente te ensina a fazer a otimização de estoque no artigo de hoje!

1. Mantenha a organização

A dica parece simples, mas com certeza fará toda a diferença na hora de gerir seu estoque. Afinal, do que adianta ter um espaço propício para armazenar seus itens se o ambiente não estiver organizado?

Se o estoque não for disposto estrategicamente, você acaba perdendo dinheiro: produtos podem passar do prazo de validade e até estragar por conta das más condições de armazenamento. Por isso, é importante ficar de olho na maneira como você guarda suas compras, garantindo a qualidade e o fácil acesso aos itens estocados.

Para manter o armazém organizado, use prateleiras e disponha os produtos de forma inteligente. Os mais pesados, por exemplo, devem ficar na parte baixa das prateleiras, para facilitar o transporte. Os que têm uma boa saída precisam ser de fácil alcance, já que sua rotatividade é maior.

2. Controle as entradas e saídas

Não caia nessa armadilha: deixar de registrar os produtos que são retirados ou colocados no estoque prejudica toda a organização da empresa.

O controle eficiente das entradas e saídas te ajuda a não ficar com estoque excessivo ou faltante. Em ambos os casos, a empresa acaba perdendo dinheiro. Quando sobram os produtos, eles acabam passando do prazo de validade ou ocupando espaço útil no armazém. Quando faltam, as transações podem ser prejudicadas e o consumidor acaba insatisfeito.

Monitorando a movimentação do seu inventário, você ainda consegue otimizar as compras futuras. Sabendo o que é mais ou menos vendável no seu supermercado, fica mais fácil planejar os pedidos aos fornecedores. Por isso, não deixe de documentar cada entrada e saída que ocorrer no estoque.

3. Adote um software

Como registrar as entradas e saídas do seu estoque? Não é fácil fazer isso usando só caneta e papel, certo? Por isso, é importante ficar de olho na tecnologia, que já dá uma mãozinha para os empreendedores que querem fazer a otimização de estoque.

Contar com uma ferramenta eletrônica faz toda a diferença. Com alguns cliques no seu smartphone ou tablet, você poderá computar todo item que é acrescentado ou retirado do estoque, além de gerar gráficos e tabelas para saber quais têm mais saída. Isso otimizará suas futuras compras e ainda evitará o desperdício de produtos.

4. Fique de olho nos prazos

Para simplificar suas compras de produtos, nada melhor do que manter uma boa relação com os fornecedores. Quando há confiança nesse relacionamento entre empresa e fornecedor, o empreendedor sabe que pode contar com a entrega de itens dentro do prazo determinado.

Isso evita que você fique sem itens no seu depósito, o que comprometeria as vendas. Por isso, escolha sempre os parceiros que cumprem os deadlines e que entregam com qualidade e responsabilidade as encomendas feitas.

Para ficar ainda melhor, o contato saudável com as companhias fornecedoras ainda favorece as negociações. Fica mais fácil conseguir descontos e condições de pagamento diferenciais.

5. Aplique a Logística Enxuta

Desperdício é qualquer iniciativa da empresa que não agregue valor aos seus produtos. A cadeia de suprimentos sofre com essas perdas, principalmente quando o empreendedor não tem consciência das proporções reais do desperdício e o quanto ele prejudica o negócio.

A Logística Enxuta surge como solução diante das perdas. Sua função é identificar e reverter desperdícios.

Para começar, suas compras devem condizer com as vendas — produtos vendáveis não podem faltar no estoque e produtos que vendem pouco precisam ser adquiridos em menor quantidade. Conversar com o fornecedor para saber todos os detalhes sobre o armazenamento ideal também ajuda a evitar o desperdício e não perder dinheiro.

Gostou de aprender como fazer a otimização de estoque? Para continuar por dentro das nossas dicas, siga-nos no Facebook!  Entre em contato conosco e veja o que podemos oferecer ao seu empreendimento.

 

5 lições que o pequeno varejista deve aprender com a Amazon

Uma das primeiras empresas a conseguir uma relevância no mercado eletrônico, a Amazon possui uma série de estratégias que servem de inspiração para o pequeno varejista. Seu objetivo é conquistar a satisfação dos seus clientes, para que eles mesmos possam transmitir o valor da experiência que tiveram ao comprar com a Amazon e assim atrair novos consumidores.

E foi pensando em ajudar outros empreendedores que fizemos esse artigo para apresentar 5 lições que o pequeno varejista deve aprender com Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon.

Equilibre a persistência e a flexibilidade

Equilibrar esses dois comportamentos é essencial para qualquer empreendedor. A flexibilidade e persistência sempre devem caminhar juntas. É necessário que você seja persistente, para jamais desistir daquilo que você tanto deseja e ao mesmo tempo ser flexível para conseguir solucionar o problema que você precisa resolver.

Promova uma cultura organizacional

Para Jeff Bezos, a cultura organizacional é muito importante para garantir sua liderança no mercado. A partir do processo de contratação já é deixado claro que o que é realmente prioritário são as pessoas e a cultura. Ele procura por pessoas que entendem o propósito da empresa e acreditam nele.

Identifique e remova os riscos imediatamente

Idéias inovadoras sempre trazem seus riscos, grandes empresas como a Amazon já passaram e ainda passam por situações como estas. Porém, segundo Bezos, bons empreendedores não gostam de se sentirem ameaçados, por isso que ao surgir uma boa ideia ousada, é essencial que primeiramente sejam identificados os riscos que ela pode trazer e eliminá-los imediatamente.

Defina uma equipe de alto nível

De acordo com Bezo, “se você contratar tubarões, você não pode esperar que eles hajam como golfinhos”. Definir um equipe que realmente goste de renovar e sabe identificar uma inovação é de suma importância para a empresa, pois irá ajudá-la a ficar mais forte e sair na frente dos seus concorrentes.

Contratar pessoas que não tenham os mesmos objetivos da empresa, poderá gerar impactos negativos na lucratividade da mesma. É mais adequado entrevistar 30 pessoas e não contratar nenhuma do que contratar uma pessoa inadequada.

Valorize o seu cliente

Valorizar seus clientes é um dos segredos para alcançar o sucesso da sua empresa. A Amazon, por sua vez, pensa a longo prazo e um dos seus objetivos é valorizar a experiência do seu consumidor, oferendo a eles ferramentas dentro do próprio site que possibilita que o cliente compare preços dos concorrentes, dentre outras que podem parecer pouco lucrativas mas mantem consumidores fascinados.

Os processos de aquisição de clientes consistem em oferecer o melhor produto com todo o cuidado que o cliente merece.

Todo pequeno varejista deve estar atento a estas lições, pois histórias de superações de grandes empreendedores dos dias atuais é o que nos motivam a não desistir jamais. Estar atento as mudanças do mercado e da tecnologia é muito importante. Por isso, invista em seu negócio, aplique seu dinheiro em softwares gerenciais, para facilitar a resolução dos problemas do seu dia a dia. E lembre-se de assumir uma postura inovadora, para poder manter o seu negócio atualizado.

Gostou das nossas dicas? Então, siga-nos no Facebook e inscreva-se no nosso canal do  Youtube e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Fale com um de nossos consultores clicando aqui!

Calendário de Promoções Lumi Scanntech – Mês de Janeiro

Venha participar das promoções regulares, organizadas e financiadas pelas principais industrias do Brasil, desenhadas especialmente para clientes Lumi e Scanntech!

Não perca tempo, entre agora em contato com um de nossos consultores, clique aqui. Caso já faça parte desse clube, aproveite as promoções incríveis desse mês de Janeiro!

 

 

O que é omnichannel e como ele integra a comunicação?

O termo pode parecer estranho, mas o seu significado é bem simples. O omnichannel é a junção das lojas virtuais e físicas em uma só. É como se o cliente escolhesse um produto pelo site da empresa, mas fosse buscá-lo na sede dela na sua cidade.

Esse tipo de estratégia de vendas tem crescido muito ultimamente, ainda mais com a valorização dos chamados multicanais. As pessoas não gostam de ficar presas em uma única possibilidade. Quanto mais diverso for o seu negócio, melhor para a vida financeira da sua empresa.

O problema do omnichannel é que você precisa ter uma organização e uma gestão perfeita para conseguir fazer com que ele dê certo. Isso porque os preços devem ser iguais, os produtos precisam ter em ambas as lojas e a qualidade do atendimento também é crucial.

Veja abaixo como funciona o omnichannel e como ele é uma importante estratégia para integrar a sua empresa e melhorar as vendas.

O omnichannel e o alcance de vendas

Ao integrar todos os seus canais de comunicação com o cliente, as chances de ele comprar algo da sua loja são bem maiores. Isso porque, além de ter a facilidade e a comodidade da internet, ele vai poder provar, pegar, experimentar, ver o produto pessoalmente antes de comprá-lo.

Claro que muitos preferem ir às compras pessoalmente, outros gostam de fazer tudo pela internet. Mas e aqueles que querem as duas coisas? É isso que o omnichannel faz. Ele acaba com a dúvida, com a falta de confiança e de credibilidade que um canal online pode passar.

Com o omnichannel, o cliente vai poder escolher entre qualquer possibilidade para poder adquirir o produto ou serviço que quiser.

Foco direto no cliente

Se falta para a sua empresa o foco no cliente, com o omnichannel esse problema simplesmente acabará. Isso porque ele só existe devido à vontade e à necessidade do consumidor de comprar um produto da forma que ele bem entender.

Por isso, toda a sua estratégia de venda, marketing, relacionamento e gestão vai ser voltada para o cliente em si. Isso faz com que você conquiste novos consumidores e fidelize os antigos.

Na questão do marketing, por exemplo, você deve usar e abusar da convergência causada pelo omnichannel. As suas publicidades precisam deixar isso claro. O cliente agora pode comprar por onde ele quiser. Internet, loja física ou até mesmo nos dois. A escolha é dele e de mais ninguém.

A gestão é de extrema importância

Você precisa ter uma organização de excelência para poder fazer com que essa estratégia dê certo. O primeiro ato a ser feito é a integração das equipes e das próprias lojas. É preciso que tudo que tenha em um também tenha na outra.

Os seus funcionários devem estar em consonância ao apresentar os produtos, responder dúvidas e solucionar os problemas dos clientes. A dica é sempre contar com bons treinamentos e ferramentas tecnológicas que vão te auxiliar em todas as fases da gestão para implementar o omnichannel.

Invista muito na área de relacionamento com o cliente, porque se algo der errado, é ela que vai salvar a sua pele. Erros podem acontecer e, provavelmente, vão ocorrer. O problema não é esse, mas sim a sua capacidade de solucionar esses equívocos. Por isso, uma boa e bem treinada equipe de atendimento é essencial.

Agora que você já sabe tudo sobre o omnichannel, é só nos seguir no Facebook, no LinkedIn e no Google Plus para conferir outros conteúdos sobre assuntos que vão melhorar de verdade a vida financeira da sua empresa.