Valores limites x Informação de dados complementares na emissão de uma NFCe!

 

  1. Em que situações o destinatário na NFC-e deverá ser identificado:                                                                                                                                       
    •  Operações com valor igual ou superior a R$10.000,00 (dez mil reais); 

              O destinatário da NFC-e deverá ser identificado por meio do número do CPF ,CNPJ, id       Estrangeiro, Nome, Endereço (cidade, bairro, cep, IBGE e UF). 

    • Operações com valor inferior a R$10.000,00 (dez mil reais), quando solicitado pelo adquirente.                                                                                                                                                                                                                                                  
  2. Qual o limite total de uma NFC-e:                                                                                                                                                                                                         
    •  Tendo em vista que a NT2013.005 definiu que os estados poderiam estabelecer um limite parametrizável máximo, estabeleceu-se uma limitação com valor total máximo igual a R$200.000,00 (duzentos mil reais). 

     

Referências 

Manual de Orientação do Contribuinte  

Nota Técnica 2015.002 – v 1.40 (atualizada em 23/03/2016)  

Nota Técnica 2012.004 – v 1.2 

Tem uma empresa de varejo e quer investir? Saiba as melhores opções

Montar uma empresa de varejo pode ser um grande desafio, devido ao mercado altamente concorrido. As preocupações com divulgação, qualidade do serviço, legalidade e finanças são as mesmas de qualquer outro negócio. Porém, aqui é necessário lidar diretamente com os clientes, atraí-los com uma conversa e concretizar a compra em alguns minutos. 

Por ser um método muito prático, alguns empreendedores não sabem exatamente em que depositar seus investimentos. Iniciantes, em especial, tendem a repetir práticas que pareçam benéficas, mas sem prever exatamente o resultado gerado. Isso pode criar na empresa uma dependência de um método que não necessariamente traga lucro.  

Por isso, separamos algumas dicas de investimento que vão auxiliar bastante seu varejo. Confira: 

Qualificação dos funcionários 

Esse é o mais básico dos investimentos para uma empresa de varejo. Como a lucratividade é depende de maneira direta da forma como os funcionários abordam os clientes, é importante que estes colaboradores saibam como convencê-los a levar o que estavam procurando ou mesmo algo mais. Para isso, vale a pena criar treinamentos internos de capacitação. 

Isso se reflete também em outras funções da loja, como estocagem, organização, limpeza, operação de caixa etc. Tudo que um funcionário precisa aprender pode ser ensinado pela própria empresa.  

Usar tecnologia para auxiliar durante o processo 

Um grande desafio de qualquer empresa de varejo é acompanhar seus dados. Vendas, lucro, despesas, investimentos, estoques, entregas: tudo deve estar registrado de forma precisa. Para auxiliar durante esse processo, recomenda-se adotar um software de gestão, um programa que armazene e analise todos os dados da empresa em um mesmo lugar. Isso facilita o resgate de informações para traçar novos objetivos e criar planos de investimento mais bem fundamentados. 

Criar ações de marketing específicas para uma empresa de varejo 

Cada negócio possui suas próprias características, especialmente no que diz respeito aos clientes e seus hábitos de consumo. Conhecendo esses traços, é possível investir em uma campanha estratégica de divulgação que maximize as vendas para seu público. Isso se comprova no mercado. Afinal, se uma determinada ação teve resultado para outro tipo de empresa, não necessariamente terá o mesmo resultado no seu varejo. 

Essas ações de marketing podem ser das mais variadas: publicações na internet, um blog, comercial na TV ou rádio, cartazes, entre outras. Basta que você entenda a mídia que sua clientela típica mais consome e o tipo de linguagem que gera maior resposta. Se o seu público-alvo chega à sua loja principalmente procurando a pé, apenas pela fachada da sua loja, talvez seja uma boa ideia torná-la mais chamativa, por exemplo. 

Simplificação do layout da loja 

Uma boa empresa de varejo é aquela que facilita a compra para o cliente desde o momento em que ele entra na loja. Toda a sua estrutura deve ser pensada para que o consumidor explore o máximo possível dos produtos, mesmo que não se dê conta disso. Mudar a organização dos itens dentro da loja, por exemplo, de modo que os clientes tenham acesso mais fácil a tudo, já será de grande ajuda. 

Para que se alcancem ótimos níveis, cada tipo de varejo possui uma logística diferente. Um supermercado não segue as mesmas diretrizes de uma loja de roupas. Um método simples para entender isso é pensar como um consumidor. Tire um dia para andar pela loja, simulando uma compra, e veja quais problemas encontra. É um ótimo começo. 

Gostou de nossas dicas de investimento para melhorar sua empresa de varejo? Quer receber mais conteúdo para auxiliar seus negócios?  Clique aqui e veja nossas dicas. 

Atualização com novo horário de Verão para uso de NFC-e!

Agora com a NFC-e, é de extrema importância que o seu sistema operacional “Windows” esteja atualizado com o novo horário de verão para operar normalmente com NFCe.

Em diversos estados brasileiros (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Distrito Federal), o horário será adiantado em 1 hora no próximo Domingo (16/10/2016), para que fiquem sincronizados com o horário oficial do Brasil, que entra em horário de verão.

IMPORTANTE: É necessário portanto que você lojista, garanta que em seu SERVIDOR GUARDA e PDVs, esteja corretamente marcada a opção para atualização de horário de verão (“Ajustar automaticamente para horário de verão”).

 

Os computadores com Windows geralmente são atualizados automaticamente, como afirma a própria Microsoft, porém, somente as máquinas com a atualização em dia terão a mudança garantida pela Microsoft.

Telefone de plantão:  061 99634-9738

Faça um fluxo de caixa eficiente para uma melhor gestão empresarial

Um fluxo de caixa eficiente é uma das ferramentas financeiras mais importantes para qualquer negócio. Além de ajudar a empresa a entender seu histórico financeiro, também oferece maior controle de movimentações e ajuda no planejamento estratégico.

Fazer esse controle de forma mais eficiente também melhora a gestão empresarial e até mesmo acelera o processo de tomada de decisão. Por isso, veja a seguir 5 dicas para deixar seu fluxo de caixa mais eficiente!

Realize os lançamentos de maneira constante

Se você deixar para fazer todos os lançamentos do fluxo de caixa no final da semana, há grandes chances de que você se esqueça de algum valor. Mesmo que você coloque todos os valores corretamente, algum tipo de informação pode se perder nesse período.

Por isso, o ideal é fazer os lançamentos de maneira constante. A melhor prática consiste em fazer lançamentos diários. Se não for possível, faça ao menos lançamentos em dias alternados para aumentar a confiabilidade.

Categorize e detalhe cada lançamento

Não adianta apenas fazer os lançamentos de maneira adequada. Colocar uma saída de R$ 500,00 em um dia em que não houve pagamento de fornecedores e que não tem nenhum detalhe só vai te deixar confuso na avaliação do final do mês.

Por isso, é importante categorizar e detalhar cada lançamento. Isso permite que você entenda exatamente de onde estão vindo as receitas e onde estão sendo aplicados os gastos. Ao final, isso favorece uma análise estratégica.

Conte apenas com o dinheiro que realmente entrar

É muito comum entre os gestores incluir pagamentos a receber no fluxo como se eles já estivessem em caixa. É o caso de quem vende a prazo e coloca uma compra parcelada como se tivesse sido efetuada à vista e em uma só vez no fluxo de caixa, por exemplo.

Ao fazer isso, você cria uma visão que não corresponde à realidade do negócio — afinal, se você for contar o quanto de dinheiro há efetivamente em caixa, os valores não serão correspondentes.

O ideal é fazer o lançamento de entradas apenas quando o dinheiro realmente estiver em caixa. Se ainda assim quiser lançar os pagamentos a receber, faça isso apenas no fluxo de caixa projetado.

Analise e tenha cuidado com os gastos

O fluxo de caixa não serve apenas para registrar as movimentações financeiras, mas também para ter mais controle sobre os gastos da empresa de maneira geral. Por isso, é importante não descuidar dos gastos do negócio.

É importante, por exemplo, encontrar os gargalos financeiros. Com uma análise do fluxo de caixa detalhado, fica mais fácil entender para onde o dinheiro da empresa está indo e se isso é realmente condizente com os resultados do negócio.

Automatize o fluxo de caixa

Dependendo do volume de movimentações financeiras do negócio, é praticamente impossível fazer tudo manualmente. Além de consumir muito tempo, é uma tarefa que pode acabar gerando perda de confiabilidade sobre os dados.

Por isso, o ideal é automatizar a realização de fluxo de caixa tanto quanto possível. Ao contar com um software de gestão, por exemplo, fica mais fácil gerar relatórios ou ter uma visualização completa, além de ser possível realizar integrações para um fluxo de caixa mais eficiente.

Colocando essas dicas em prática, você terá um fluxo de caixa eficiente e ficará mais fácil ter mais controle financeiro sobre o negócio, o que ajuda a gestão empresarial em todos os sentidos e favorece o sucesso.  Entre em contato conosco e veja o que podemos oferecer ao seu empreendimento.

 

 

Resultado do sorteio Lumi Software – Super Agos 2016.

Resultado do sorteio Lumi Software – Super Agos 2016

Agradecemos sua participação em nosso programa de sorteio. 

  Conheça os vencedores do sorteio:

  • 1 Tablet:

     Luiz Eduardo

     Supermercado Campeão

  • 1 Tablet:

     Marcus Jorge

     Super Master

  • 1 Leitor de código de barra:

     Nilo Jose

     Super Canada 

 

Varejo: 4 dicas para ter sucesso na gestão de uma empresa

Gerir um negócio requer muita dedicação e determinação — afinal, são muitos detalhes que precisam ser pensados e trabalhados para quem deseja ter êxito na gestão de uma empresa. O varejo, por exemplo, precisa de uma equipe que trabalhe sempre em conjunto: dessa forma, é possível buscar sempre por melhores resultados.

Para que você tenha sucesso na gestão de sua empresa, fique por dentro dessas 4 dicas!

Tenha funcionários qualificados

Para conseguir ter sucesso na gestão de uma empresa, seus funcionários precisam ser muito bem qualificados. Dessa forma, você tem menos problemas com sua equipe e garante que o trabalho realizado por eles atinja os objetivos corporativos.

Mas, para manter um bom quadro de funcionários, é necessário que você também os habilite. O treinamento é fundamental para que seus funcionários (e até mesmo você) aprendam novas técnicas para realizar suas tarefas de rotina e mantenham a motivação da equipe para alcançar melhores resultados.

Faça uma pesquisa de mercado

Pesquisar seu público é a forma mais segura de saber se suas estratégias estão rendendo bons frutos — ou não. Quando um varejo aposta em uma pesquisa de mercado, poderá descobrir informações preciosas, como, por exemplo: o que as pessoas acham de seu atendimento, ou se os seus consumidores precisam de algum produto que você não tenha ainda, entre outros pormenores.

Com o resultado dessa pesquisa de mercado, é possível adaptar a sua empresa para agradar e atender um nicho específico, o que aumenta suas chances de resultado.

A pesquisa também pode ser feita com seus funcionários; dessa forma, você descobrirá quais as maiores dificuldades de sua equipe, de sorte a aperfeiçoar os treinamentos e os auxiliar ainda mais nas suas atividades de rotina.

Contrate boas consultorias

Muitas empresas acham que consultorias não servem para nada ou acrescentarão pouca coisa às suas rotinas e conhecimentos. Porém, esse é um erro que impede o sucesso de negócios que podem prosperar mais rapidamente.

Ao contratar uma boa consultoria, você se torna capaz de investir em melhorias para a sua empresa, descobrindo alguns erros e aproveitando melhor as oportunidades que se desdobram no cenário de momento.

É possível contratar consultorias para gestão de negócios, onde você terá ajuda na forma de organizar e comandar a empresa. Ou mesmo uma consultoria de marketing, a fim de descobrir melhores maneiras de vender os seus produtos e atingir um dado público-alvo.

Tenha um bom software de gestão

Outra dica fundamental para alcançar mais sucesso na gestão de uma empresa é possuir um bom software. Os sistemas são fundamentais para economizar tempo e poupar dinheiro nas suas rotinas de trabalho. Por meio deles, os gestores podem ter um controle bastante preciso de estoque, orientar seus funcionários e também melhorar o rendimento da empresa.

Um bom software é fundamental para traçar estratégias e criar planejamentos de sucesso. Opte por um que trabalhe de forma integrada — dessa forma, você terá todas as informações de que necessita ao alcance de suas mãos.

O custo-benefício é excelente, já que você alcançará sucesso e aumentará os resultados de sua empresa. Por esse motivo, se você ainda não possui um, é melhor buscar um agora mesmo! Fale com um de nossos consultores clicando aqui!