Calendário de Promoções Lumi Scanntech – Mês de Setembro

 

Venha participar das promoções regulares, organizadas e financiadas pelas principais industrias do Brasil, desenhadas especialmente para clientes Lumi e Scanntech!

Não perca tempo, entre agora em contato com um de nossos consultores, clique aqui. Caso já faça parte desse clube, aproveite as promoções incríveis desse mês de Setembro!

 

Aprenda como melhorar os índices de rentabilidade de seu negócio!

Assuntos relacionado aos índices de rentabilidade são alguns dos que mais interessam a empreendedores de todos os ramos e portes. E acompanha-lo é fundamental. Estudar esses índices ajuda a medir a lucratividade do negócios, por meio da comparação da sua evolução com o passar dos anos. Ou seja, ele precisa e deve ser acompanhado de perto.

O que interessa mais ainda ao empreendedor é o aumento desses índices, que pode ser alcançado sem que sejam impactados o valor ou a qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Há maneiras de chegar a esse patamar, e para saber mais sobre elas, acompanhe o post de hoje!

Lucratividade e rentabilidade

Primeiramente, é preciso diferenciar, para a gestão financeira adequada do negócio, lucratividade e rentabilidade. A lucratividade está ligada, como o próprio nome diz, aos lucros, ao ganho decorrido das vendas realizadas.

Já a segunda categoria, a rentabilidade, diz respeito ao retorno dos investimentos feitos na empresa em longo prazo. A rentabilidade é o que se espera como retorno desses investimentos.

Como melhorar os índices de rentabilidade

Planeje-se

O bom empreendedor não abre mão de planejar antes de agir, pois o sucesso do negócio não depende de sorte, mas de estratégias bem elaboradas (e bem desenvolvidas). O primeiro passo para a melhora dos índices de rentabilidade pode ser a criação de um plano de redução de custos, minuciosamente pensado.

Reduza os custos

Essa é uma etapa que deve ser desenvolvida, assim como o planejamento, com muita cautela, já que exige atenção em diversos pontos, como: identificação dos custos e despesas de forma organizada, para uma visualização ideal; separação de custos por gênero; estabelecimento de metas de redução de custos; identificação de desperdício de valores, entre outros.

Ofereça serviços diferenciados

Dada a concorrência do mercado atual, a atualização dos serviços oferecidos faz a diferença no aumento da rentabilidade da empresa. Destaca-se quem oferece novidades que facilitem o cotidiano dos clientes, como softwares variados que otimizem o uso do tempo, por exemplo.

Invista corretamente

Muitos empreendedores ainda não aceitam a ideia de que é preciso investir na empresa para ter boas margens de ganho. A variedade de recursos disponíveis hoje em dia, como softwares para automação de serviços deve ser usufruída, já que modernização e crescimento caminham juntos.

Aposte na equipe

Uma equipe motivada é uma das chaves para a expansão de qualquer negócio. Além da motivação, a capacitação e a qualificação dos colaboradores têm grande peso no desenvolvimento da empresa, portanto, jamais encare o investimento na equipe como um custo desnecessário.

Foque no cliente

Além da inovação nos serviços oferecidos, aspecto ligado ao cliente, a fidelização de clientes é outro fator determinante para o aumento dos índices de rentabilidade. E para fidelizar o cliente, não basta apenas deixa-lo satisfeito, é preciso desenvolver outras estratégias que realmente o conquistem, como oferecer premiações por meio de programas de fidelidade.

Esses são alguns dos pontos a serem desenvolvidos para que os índices de rentabilidade do seu negócio aumentem de maneira expressiva, e não devem ser desenvolvidos separadamente, o segredo do sucesso está, justamente, no conjunto composto por eles

Quer saber mais sobre nossa empresa e produtos? Clique aqui e acesse nosso site.

A Lumi Software na SuperAgos 2016 – 15ª Convenção e Feira de Negócios para Supermercados e Pani­ficadoras

 

          A Lumi Software estará presente na SuperAgos 2016 de 21 a 23 de Setembro no Centro de Convenções de Goiânia (estande nº 88), um evento completo, que reúne importantes segmentos da economia goiana e brasileira. 
A Lumi convidou seus principais parceiros para fazer parte deste evento, trazendo soluções e inovações para tornar sua empresa cada dia mais competitiva e eficaz.
Estarão presentes conosco: NDDIGITAL, EPSON, SCANNTECH e SKYONE.
Conheça nosso estande e nossas soluções inovadoras para descomplicar sua empresa. 

Clique aqui para saber mais sobre a SuperAgos 2016. 
                                      

Como investir em tecnologia no varejo pode ajudar nos lucros?

Em 2014, segundo a IDC, empresa líder em inteligência de mercado e consultoria, o Brasil ocupava o sétimo lugar no ranking mundial de investimentos em tecnologia da informação. Ao mesmo tempo, a 26ª Pesquisa Anual de Uso da TI nas Empresas, realizada pelo Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da FGV-EAESP, aponta que o investimento em tecnologia no varejo representou 3% do total de investimentos em TI do Brasil, naquele mesmo ano.

Enquanto isso, nos Estados Unidos, o Walmart foi o principal varejista em investimentos em TI, tendo superado as cifras de investimentos de empresas de todos os demais setores de negócios. Os recursos investidos abrangeram hardware, software, serviços de TI, serviços de telecomunicações e estrutura interna.

Observando os modestos números do investimento em tecnologia no varejo no Brasil e tendo em mente a história de sucesso da rede mundial Walmart, podemos enxergar aí um indicativo de que o setor varejista tem muito a lucrar ao investir em TI. Quer saber como seu supermercado pode se beneficiar com mais investimento em tecnologia?

Automação de tarefas

Nesse quesito, a empresa de varejo se beneficia pela diminuição de erros, pela facilidade de controle financeiro, por ter todas as informações centralizadas e, ainda, pela segurança no cumprimento da legislação vigente. A emissão de Notas Fiscais é automatizada e o setor contábil tem todas as informações necessárias disponíveis no sistema. E ainda: todos os dados e informações sobre o cliente estão disponíveis para que você ofereça a ele o melhor atendimento possível.

Integração entre processos e pessoas

Tecnologias como gateway, firewall, biometria, chave de acesso e o cloud computing, estão viabilizando maior integração entre processos e pessoas. Isso é um grande facilitador para os gestores do varejo, que podem acompanhar o movimento e os resultados dos negócios a qualquer hora e de qualquer lugar.

Integração dos canais off-line e online

As tecnologias estão integrando lojas físicas e lojas virtuais, de modo a unificar a estratégia de interação do cliente com a marca e adequar a gestão de estoques, compras e fabricação ao modelo “just in time”. Assim, a empresa pode otimizar o suprimento de produtos nos canais de vendas para que haja redução de custos.

Compartilhamento de informações

Os sistemas ERP (programas de computador responsáveis pelas operações de uma empresa) compartilham informações relevantes entre seus diversos módulos e podem ser integrados com o e-commerce para atualização de dados em tempo real. Isto viabiliza maior eficácia na gestão financeira do varejo.

Análise de resultados

Quando o ERP e o e-commerce são integrados a softwares de Business Intelligence (BI) e Big Data, é possível visualizar os resultados alcançados pelos diversos canais de vendas em um Dashboard unificado, com informações de fácil interpretação. Também fica mais fácil mensurar os resultados das ações de marketing criadas sob medida para os clientes.

Melhoria da experiência do cliente

Já estão disponíveis no mercado softwares que permitem:

  • O registro das compras pelo cliente antes de sua chegada ao caixa físico, agilizando seu atendimento.

  • Exibir manequins virtuais em vídeo, assim que o cliente retira o cabide com roupas do local de exposição.

  • Monitorar a localização do cliente (com autorização prévia) e fazer ofertas online de produtos quando ele estiver próximo das lojas físicas ou em ambientes que favorecem as vendas.

  • Responsividade das plataformas de serviços e e-commerce para acesso com qualquer dispositivo – computador, notebook, tablet e celular.

 

A tecnologia no varejo serve para simplificar e otimizar os processos de retaguarda e de linha de frente, para promover o aprimoramento contínuo dos modelos de negócios e alcançar os consumidores de forma mais assertiva, conveniente e personalizada. Ela resulta em melhoria da gestão, ampliação das vendas e dos lucros do varejo.

Gostou de saber como o investimento em tecnologia vai beneficiar seu negócio de varejo? Você vai gostar também de aprender como um software de gestão ajuda na prevenção de perdas. 

Para contato com um de nossos consultores clique aqui.

 

 

5 dicas imperdíveis para combater a má gestão financeira da sua empresa!

Em dados levantados recentemente pelo Serasa Experien, foi constatado que, no Brasil, surgem aproximadamente 1.7 milhão de empresas todos os anos. Essa é apenas uma prova de que, hoje, somos um dos países mais empreendedores do mundo. Acontece que empreender não é o mesmo que gerir. Será que podemos dizer que a gestão das empresas brasileiras é uma das mais profissionais do globo? Infelizmente, não.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aproximadamente 50% dos negócios no país fecham as portas antes mesmo de completarem 4 anos de existência. De acordo com o diagnóstico da própria instituição e de outras, como o Sebrae, um dos maiores problemas enfrentados por esses negócios é a desorganização financeira e a falta de planejamento.

Para que os nossos leitores passem bem longe dessas estatísticas, resolvemos trazer, a seguir, algumas dicas para combater a má gestão financeira. Confira!

1. Adote um sistema de gestão

Em primeiro lugar, é fundamental otimizar agora mesmo a gestão do seu negócio. Para isso, você vai precisar de um bom sistema de gestão na sua empresa. Hoje, esse tipo de ferramenta possibilita o controle de uma série de processos, além de automatizar as tarefas, o que significa um ganho produtivo significativo para o gestor.

Estoques, finanças e até rotinas operacionais podem ser controladas, diminuindo erros e aumentando muito a eficiência na aplicação dos recursos.

2. Foque na gestão de estoques

Por falar em estoques, essa também é uma área que costuma apresentar uma série de problemas nas empresas. Em primeiro lugar, não há um sistema de compras eficiente, que atenda às demandas de maneira assertiva. Com isso, são gerados estoques em excesso — gerando impactos no capital de giro do negócio e aumentando as chances de perdas — ou em escassez — o que afeta diretamente as vendas.

Novamente, o software de gestão é indispensável, mas outras tarefas também são fundamentais, como o controle dos fluxos de caixa — para a realização de projeções — e a realização de inventários.

3. Realize os fluxos de caixa periodicamente

Outra questão fundamental é a realização dos fluxos de caixa, que podem ser acompanhados diária, quinzenal ou mensalmente. É com essa ferramenta que o gestor garante o controle total das entradas e saídas de recursos financeiros da empresa, relativas às atividades operacionais, ou seja, às vendas ou à prestação de serviços.

Com os fluxos de caixa, você pode realizar projeções, o que auxilia no planejamento estratégico do negócio, além, é claro, de monitorar os resultados do seu negócio.

4. Separe o capital empresarial do pessoal

Essa talvez seja uma das gafes mais comuns cometidas pelos micro e pequenos gestores. A separação entre o capital pessoal e o empresarial é fundamental para que o empreendedor tenha pleno controle da situação financeira do seu negócio.

Em primeiro lugar, é impossível conhecer a real situação financeira de uma empresa se os capitais se confundem. Em segundo, pois, aos olhos da Administração Pública, a confusão patrimonial pode ser indício de fraude, o que pode gerar multas e outras sanções.

5. Acompanhe os demonstrativos contábeis

Por fim, é importante lembrar de que as informações levantadas pelo contador são de extrema importância para o gestor. Demonstrativos como a DRE (Demonstração de Resultados do Exercício) e o Balanço Patrimonial, nos mostram a situação patrimonial do negócio (último caso), bem como todos as movimentações financeiras (não só as operacionais).

Assim, você pode ter, de fato, pleno controle da situação econômica do seu negócio! Para saber mais sobre a Lumi Software e o que fazemos, visite o nosso website: www.lumisoftware.com ou fale com um de nossos consultores, clicando Fale com um de nossos consultores.

 

Comunicado: Tabela IBPT – Atualize-se, regularize-se e evite multas!

O Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação – IBPT a fim de atender às exigências da Lei 12.741/12, libera eventualmente um arquivo para que todos os estabelecimentos informem a carga tributária em documento fiscal ao consumidor final corretamente.

A nova versão 16.2.a da tabela, pode ser baixada no site e contém a atualização das alíquotas de todos os produtos, serviços já com as novas regras de ICMS, adequação legal da Nomenclatura Comum do Mercosul – NCM (TIPI), Nomenclatura Brasileira de Serviços (NBS) e a Lei complementar 116, garantindo que a sua empresa esteja em conformidade com a lei. Ressaltando que mesmo quem já realizou esse procedimento anteriormente, deve realizar essa atualização.

Para fazer o download é muito simples:            

  • Caso ainda não possua cadastro clique aqui.
  • Leia o passo a passo de como integrar o seu sistema às tabelas fornecidas pela IBPT.

Em nosso Blog o artigo Principais alterações na versão 2.7.13 do SAC GERENCIAL, preparamos um guia das principais alterações ocorridas que atende a uma série de novas regras fiscais, inclusive o método para importação da tabela IBPT. Para baixar clique aqui.

Ruptura de estoque: como isso impacta no varejo?

A ruptura de estoque ocorre quando um cliente chega até a empresa para fazer uma compra, porém o produto não está disponível. Ou seja, é quando o estoque da empresa não consegue atender uma demanda.

Esse descontrole, além da perda da venda, pode causar outros problemas para o negócio — que envolve, inclusive, prejuízos financeiros. Continue acompanhando a leitura e saiba mais sobre como ela afeta a empresa e como pode ser evitada!

Como a ruptura de estoque afeta a relação com os clientes?

O principal problema que a ruptura de estoque causa na relação com os clientes é a insatisfação, ocasionada pela expectativa de se adquirir um produto que não está disponível para a venda. Essa experiência desagradável, além de fazer com que o cliente procure o concorrente, pode causar uma imagem negativa e fazer com que essa pessoa não volte mais a fazer negócio.

Além do prejuízo com a perda da venda, a ruptura é um sinal de que o giro dos materiais e a demanda do mercado não estão sendo acompanhados adequadamente, o que significa que o capital de giro está sendo utilizado de forma ineficiente pelo setor de compras ao fazer a aquisição dos produtos.

De que forma ela pode ser evitada?

Apesar do problema e de suas consequências, a ruptura pode ser evitada de algumas formas simples. Dentre elas:

Organização do estoque

Manter o estoque organizado é essencial para ter o controle da disponibilidade dos itens e identificar a necessidade de reposição. Essa organização envolve a separação dos itens por grupo, por marca e, principalmente, a disciplina de fazer e manter o endereçamento correto desses materiais dentro do estoque.

Inventário de materiais

O inventário, também chamado de balanço, é a atividade de realizar a contagem dos itens e comparar o resultado com o controle adotado — que pode ser via planilha ou sistema. Ele ajuda a identificar se as quantidades do estoque físico estão condizentes com as informações contábeis e fazer os ajustes adequadamente.

Além disso, ele ajuda a identificar as causas dessas discrepâncias e o que o gestor pode fazer para evitar as falhas.

Controle do giro dos produtos

O controle de saída dos produtos, bem como a realização da previsão da demanda, são essenciais para compor um estoque mais assertivo, com um índice menor de rupturas. O giro de um material é a informação do tempo que ele fica em estoque, desde o seu recebimento, até o momento em que ele é vendido.

Essa informação ajuda o setor de compras a saber melhor qual é o momento adequado para fazer a compra, bem como a quantidade ideal para que os itens estejam disponíveis.

Utilização de um software de gestão

A utilização de controles manuais aumenta os riscos de erros, discrepâncias e falhas, que podem fazer com que os itens estejam disponíveis nos controles, mas ausentes no estoque físico, causando a ruptura.

Nesse sentido, um sistema de gestão automatiza as atividades de controle de entradas e saídas, melhora o controle de disponibilidade, auxilia na identificação do giro e ainda fornece a possibilidade de relatórios que ajudam o gestor no processo de tomada de decisão.

A ruptura de estoque causa problemas no relacionamento com os clientes, porém ela é um sinal de que o estoque não está sendo gerido da forma mais adequada. Portanto, é necessário identificar o que provoca esse problema e atuar para eliminá-lo, reduzindo consideravelmente o índice de rupturas.

O que achou desse post sobre ruptura de estoque? Aproveite para saber também quais são os principais erros no controle de perdas!

Clique aqui e veja alguns casos de sucessos relacionados a nossa empresa.

 

A Lumi Software na SuperAgos 2016 – 15ª Convenção e Feira de Negócios para Supermercados e Pani­ficadoras

 

          A Lumi Software estará presente na SuperAgos 2016 de 21 a 23 de Setembro no Centro de Convenções de Goiânia, um evento completo, que reúne importantes segmentos da economia goiana e brasileira. Promovida anualmente pela Associação Goiana de Supermercados (Agos), a SuperAgos traz as últimas tendências e novidades do setor de autosserviço onde, cada vez mais, varejistas e fornecedores se atualizam e realizam importantes relações comerciais. É a união entre negócios, relacionamentos e conhecimento na busca do crescimento.  

Clique aqui para saber mais sobre a SuperAgos 2016.

 

Ebook: Aprenda como aumentar as suas vendas com estas dicas simples

Vender, vender e vender. Embora tenha uma série de preocupações diárias, essa é, definitivamente, a palavra que ecoa constantemente na cabeça de qualquer gestor. Não seria diferente, afinal, a concorrência no Brasil apenas cresce, o que torna a disputa pela preferência do consumidor ainda mais acirrada. Com o objetivo de auxiliar nossos leitores a melhorarem os seus resultados com vendas, preparamos esse guia com dicas simples e que podem ser bastante uteis nessa jornada. Você vai descobrir como realizar um diagnóstico do seu negócio, melhorar a gestão de pessoas, processos e produtos, investir em tecnologia, fidelizar seus clientes e, por fim, colher os resultados, é claro…

Para receber nosso material faça o download grátis clique aqui.

 

 

 

Calendário de Promoções Lumi Scanntech – Mês de Agosto

Venha participar das promoções regulares, organizadas e financiadas pelas principais industrias do Brasil, desenhadas especialmente para clientes Lumi e Scanntech!

Não perca tempo, entre agora em contato com um de nossos consultores, clique aqui.  Caso já faça parte desse clube, aproveite as promoções incríveis desse mês de Agosto!